Hiroshi Bogéa On line

Fair play

Domingo, por volta de meia-noite, Maurino Magalhães, prefeito eleito de Marabá, recebeu telefonema de João Salame (PPS), seu adversário direto, parabenizando-o pela vitória.

A conversa dos dois foi amistosa.

Post de 

11 Comentários

  1. Anonymous

    10 de outubro de 2008 - 05:53 - 5:53
    Reply

    Morte ao progresso!!

  2. Anonymous

    9 de outubro de 2008 - 19:56 - 19:56
    Reply

    A derrota do Tião foi melhor do que a vitória do Maurino, VIVA MARABÁ!

  3. Anonymous

    8 de outubro de 2008 - 21:51 - 21:51
    Reply

    O meu medo é ficar em espera eterna…

  4. Anonymous

    8 de outubro de 2008 - 11:40 - 11:40
    Reply

    Blogueiro:
    Amigos,vamos ser sensatos não estamos mais vivendo na Roma do “Pão e do circo”,é preciso avaliar a mudança política ocorrida em marabá como o fortalecimento da democracia, da mudança de governo que vem acontecendo em várias partes do Brasil, inclusive em nossa região.Encherga a chegada politica de Maurino a prefeitura como retrocesso é desconsiderar a atual configuração politica-econômica do Brasil, e especificamente de nossa Região, que na última década tem se destacado no cenário nacional.Quanto algumas lideranças que ressugiram,na minha opinião é uma questão da escolha popular que nenhum de nós temos como impedir, independente de quem estaria a frente do municipio,senão algumas “rapousas velhas” que tanto sugaram o Tião e até o traíram nessas eleições estariam bem longe da câmara municipal, agora e deixa desse bla bla…e espera o melhor.Há outra coisa Maurino não tem nada de Bobo como muita gente pensa esperem…

  5. Anonymous

    8 de outubro de 2008 - 00:20 - 0:20
    Reply

    O voto é manifestação soberana, todos sabem, mas o eleitor também se equivoca, e às vezes o equívoco é coletivo. Neste caso, foi uma multidão que desafinou. O Fair Play é necessário, mas escrevam, Marabá vai retroceder. Maurino na prefeitura é o ressurgimento de forças que jaziam insepulcras. Agora vai ficar meio que parecendo Incidentes em Antares. Além disso, veremos novos financiadores de campanha terceirizando tudo: do cemitério ao lixo, da merenda ao serviço de limpeza das repatições públicas. teremos também praças da bíblia do cabelo seco ao murumuru, e as folhas serão proibidas de caírem por vontade do vento ou da mudança da estação.
    E se HB falou da adelina como forma de tentar salvar a lavoura, comece a buscar mais ajuda, porque só ela, apesar de notoriamente competente, seria incapaz da tarefa. Marabá é uma das cem cidades mais importantes no cenário econômico do país, não merece ser administrada aos moldes da velha política assistencialista. Nos últimos 10, 12 anos, apesar da arrogância do tião, a cidade ganhou um patrimônio administrativo: a forma de gerir criou urbanidade e um apreço pelo trabalho. Agora, as demandas da população mais pobre serão atendidas de forma imediatista e sem planejamento.
    e fiquem atentos para o secretário de finanças, o seu nome será elucidativo.

  6. Anonymous

    8 de outubro de 2008 - 00:19 - 0:19
    Reply

    Salame, faz de conta que a gente acredita nessa tua desculpa, a gente também acredita em papai noel.
    Luís Sodré
    Marabá

  7. Anonymous

    7 de outubro de 2008 - 22:05 - 22:05
    Reply

    Ela deve estar preocupada com os cargos.

  8. Anonymous

    7 de outubro de 2008 - 17:27 - 17:27
    Reply

    Deputado Joao Salame eu não votei em voce, votei na Bernadete. Esse tipo de comportamento seu nos orgulha aqui em Maraba, sabermos que existem políticos de sua envergadura. Ate agora nao soube se a minha candidata parabenizou o vencedor. Deus lhe proteja e felicidades na sua vida política.

  9. João Salame

    7 de outubro de 2008 - 16:43 - 16:43
    Reply

    Vicente,

    Também não entendi. Já pedi explicações para a Alvo, que é uma empresa que tem credibilidade. Acertou a ida do Priante para o segundo turno em Belém, por exemplo. Os números que me foram repassados foram fundamentais para definir minha estratégia de campanha. Tive informações quinze dias antes do pleito de uma pesquisa do Ibope que dava 38% pro Maurino e 32% para mim. Não foi publicada. Como nossa campanha vinha crescendo acabei acreditando na pesquisa da Alvo. Não houve manipulação, posso te assegurar. Nos últimos dias faltou fôlego para nossa campanha. O PT cresceu e arrebanhou parte do nosso eleitorado. O Maurino também cresceu. Isso não justifica o equívoco da pesquisa da Alvo mas é um bom caminho para explicar tanta diferença. Nós tínhamos uma pesquisa interna que também apontava empate técnico na reta final.
    Como disse em comentário anterior, já se errou muito em pesquisa. Eu não gostaria que isso tivesse acontecido a meu favor ou contra mim. Quem me conhece sabe que gosto das coisas certas.
    O que importa agora, repito, é avaliar com humildade o resultado das urnas, agradecer os que confiaram em nossa candidatura e desejar boa sorte ao prefeito eleito pela maioria.
    Obrigado pela força

    João Salame

  10. Jayme Holanda

    7 de outubro de 2008 - 16:35 - 16:35
    Reply

    Gesto muito bonito e digno de dois homens de bem.
    O importante agora é que a disputa acabou, é hora de união de forças por Marabá, Salame e Bernadete na Assembleia em Belém e Asdrubal em Brasilia, todos juntos lutando pelo mesmo objetivo.

    A vc meu amigo Hiroshi um grande abraço.

    Jayme Holanda

  11. Anonymous

    7 de outubro de 2008 - 15:48 - 15:48
    Reply

    Um gesto nobre Salame. Parabéns! Disso tudo a única coisa que ficou sem resposta é pq tanta diferença na pesquisa realizada por você? me dá um alô. Continuo torcendo por vc.

    Vicente- Belém

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *