Hiroshi Bogéa On line

Expoama frusta expectativas

 

 

A 27a. edição da Exposição Agropecuária de Marabá frustou quem dela esperava um evento de primeira grandeza.

Na avaliação de muita gente frequentadora da feira, o empreendimento deve ter sido um dos piores dos últimos anos, a nível de público e faturamento.

Ao que se destinava, até mesmo expositores  tradicionais da região deixaram de marcar presença, dando a impressão de que a feira não estava em suas  prioridades

Quem investiu em estandes reclama do mesmo jeito: foi uma decepção, dizem.

Quem imaginava fazer grandes negócios, quebrou a cara.

————–

Atualização às 09:59

 

Opinião do leitor Leonardo Soares,  em comentário publicado neste post:

 

Leonardo Soares
Enviado em 17/07/2013 as 9:47

Caro Hiroshi!

A explicação para o descontento dos expositores é a falta de uma gestão profissional no evento. Tenho conversado com alguns executivos do ramo do agro-negocios e totos foram da mesma opinião:

Os osganizadores só se preocupam com showzinhos de “teteco e tataco”, estão apenas preocupados em ” encher” o evento com vendas de ingressos. Não tem visão profissional, não sabem o que é marketing de eventos pra atrair o publico focado em comprar, vender, rodadas de negocios, seminários, etc. etc.

Os grandes laboratórios de medicamentos veterinários, não se sentem confiantes em expor seus produtos, sua marca/ standard numa pseudo-feira que está direcionado ao publico (povo) da cidade e não aos do seu interesses. Essa é uma das explicações.

Então qual a solução?

O Segmento agro-negócio mudou consideravelmente nos últimos cinco anos, porém a organização do expoana não!

Atualmente feiras são visitadas por empresários do ramo, veterinários, estudantes e pessoas focadas nesse segmento, não é que acontece na expoama.

 

Post de 

7 Comentários

  1. JOTAL

    19 de julho de 2013 - 18:27 - 18:27
    Reply

    Uma das maiores feiras de agropecuária do Brasil, graças ao empenho e competencia da melhor e mais competente diretoria que já houve,no sindicato dos produtores rurais de Marabá,leia-se Mirandinha e Jimi Simpson, parabéns,principalmente ao pecuarista produtor rural Jimi Simpson !

  2. anonimo

    18 de julho de 2013 - 16:06 - 16:06
    Reply

    Na verdade o fracasso da expoama aconteceu devido a PARADEIRA ECONOMICA que Marabá esta passando.
    O povo não não tem dinheiro e o empresário que tem dinheiro (poucos) não se aventura pois os riscos são grandes.

  3. marabaense atento

    17 de julho de 2013 - 19:57 - 19:57
    Reply

    Se for colocar a.feira.apenas para o agronegócio vai dar uma meia dúzia.de gato pingado haja vista que pecuaristas aqui na região resume a poucos dada a concentração de terras nas mãos de poucos. agora se fizer voltada para a agricultura famíliar aí é outra coisa .o povão não tá nem aí pra trator não .

  4. Francisco Pereira da Silva

    17 de julho de 2013 - 11:30 - 11:30
    Reply

    Eu pessoalmente estive presente no parque de exposição e fiquei decepcionado devido nos ingressos estarem timbrado o valor de R$ 30,00 e me cobraram R$ 40,00 procurei alguém me dá uma resposta quanto ao que estava ocorrendo me disseram que nada podia fazer, eu fui pra ver o inicio do rodeio e não p/ o show, o que se tinha que fazer era separar o show assim quem fosse p/ assistir o show pagaria o valor cobrado e quem não fosse não pagava.

  5. Francisco Alves

    17 de julho de 2013 - 10:35 - 10:35
    Reply

    A direção do evento precisa agradar boa parte do publico, porém não estão fazendo, todas as vezes que a Expoama teve um show evangelico foi bom, chama atenção, afinal o meio evangelico tem crescido bastante e nem explorar isso eles sabem, pela madrugada! Esse ano não fui, se ano que vem for do mesmo jeito tambem não vou. Agora Leonardo, as atrações precisa existir, senão num vai dá é ninguém nessa feira, tem muita gente que num quer nem saber de stande, ou seja, são varias tribos e numero muito grande de pensamento, agora que deveria ter uma atração evangelica isso sim!

  6. Edson

    17 de julho de 2013 - 09:52 - 9:52
    Reply

    Acontece que o evento parece que e feito soente para os turistas, pois os preços para diversões e laser são muito alto para a realidade que vivemos, já pensou o que e pagar R$ 50,00 em um pratinho de carne para tira goto?,a entrada chegar a R$ 40,00 estão todos fora da realidade.

  7. Leonardo Soares

    17 de julho de 2013 - 09:47 - 9:47
    Reply

    Caro Hiroshi!

    A explicação para o descontento dos expositores é a falta de uma gestão profissional no evento. Tenho conversado com alguns executivos do ramo do agro-negocios e totos foram da mesma opinião:

    Os osganizadores só se preocupam com showzinhos de “teteco e tataco”, estão apenas preocupados em ” encher” o evento com vendas de ingressos. Não tem visão profissional, não sabem o que é marketing de eventos pra atrair o publico focado em comprar, vender, rodadas de negocios, seminários, etc. etc.

    Os grandes laboratórios de medicamentos veterinários, não se sentem confiantes em expor seus produtos, sua marca/ standard numa pseudo-feira que está direcionado ao publico (povo) da cidade e não aos do seu interesses. Essa é uma das explicações.

    Então qual a solução?

    O Segmento agro-negócio mudou consideravelmente nos últimos cinco anos, porém a organização do expoana não!

    Atualmente feiras são visitadas por empresários do ramo, veterinários, estudantes e pessoas focadas nesse segmento, não é que acontece na expoama.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *