Hiroshi Bogéa On line

Exagerado demais

Opinião pessoal do pôster: o advogado José Batista Gonçalves Afonso e o ex-dirigente da Fetagri, Raimundo Nonato Santos Silva, (Nonatinho), ao longo desses anos, tem dedicado tempo integral às causas sociais, defendendo com idealismo e coragem setores da sociedade marginalizados, buscando a efetivação de direitos elementares garantidos na Constituição.

Nonatinho, por exemplo, para quem não o conhece, vive o dia a dia da região Sudeste do Pará trabalhando com dignidade e ética. O advogado Batista é outra figura carimbada do cotidiano como defensor dos direitos humanos.

A condenação de ambos a pena de 2 anos e 5 meses de prisão, aqui prá nós, foi pegada forte. Muito forte.

Post de 

5 Comentários

  1. Filipe dos Santos

    7 de julho de 2008 - 19:42 - 19:42
    Reply

    companheiro Batista grande defensor dos direitos dos trabalhadores sul paraense Nonato jovem de garra e fé ;

    são joão do araguaia está com voçes

  2. Anonymous

    5 de julho de 2008 - 00:45 - 0:45
    Reply

    Essa pena deveria ser para os os dois primeiros anonimos, por não compreenderema a realidade e opinar em cima de uma posição individualista e nefasta.

  3. Anonymous

    4 de julho de 2008 - 09:12 - 9:12
    Reply

    Os amigos acima se esquecem dos assassinos da irmã Doroth Stang, foram inocentados.
    Realmente foi exagerada a pena imputada aos dois: Batista e Nonatinho.
    No caso em que houve morte não houve pena nenhuma. No caso em que não houve morte a pena está lá de 2 a 4 anos. É um absurdo.

  4. Anonymous

    3 de julho de 2008 - 18:51 - 18:51
    Reply

    Realmente essa pena foi branda, pois, ao incentivarem invasões ou defenderem invasores eles levam ao caos a região sul e sudeste do Pará, e todos, realmente possuem direito de defesa, porém eles sempre sabiam quando iria ocorrer mais uma atrocidade do MST, ou seja, estavam preparados para a defesa antes da atuação do movimento.

  5. Anonymous

    3 de julho de 2008 - 18:01 - 18:01
    Reply

    È pouco para quem vive de incentivar os analfabetos de invadirem as propriedades alheias, cadeia para eles é pouco!

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *