Ex-prefeito condenado por improbidade

Publicado em 15 de fevereiro de 2013

 

 

A Justiça Federal suspendeu por oito anos os direitos políticos do ex-prefeito de Bonito (PA) Weliton Leite dos Santos, acusado pelo   Ministério Público Federal (MPF) da prática de improbidade administrativa na gestão de recursos federais repassados ao município.

O ex-prefeito terá que pagar multa no valor de R$ 325 mil e está proibido de contratar com o poder público pelos próximos cinco anos.

O valor arrecadado com a multa será transferido ao Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE).

A decisão é da juíza Carina Cátia Bastos de Senna, da 1ª Vara Federal em Belém. Pelo MPF, aturam no processo os procuradores da República José Augusto Torres Potiguar, Ana Karízia Teixeira Nogueira e Régis Richael Primo da Silva.

Mais um prefeito de município pequeno içado pela rede da Justiça, enquanto os de mais alta periculosidade responsáveis pelos rombos nas grandes prefeituras do estado, estão fazendo turismo por aí.