Ex-governadora do Pará se revolta contra demissões no Banco da Amazônia

Na manhã desta quarta-feira, 25, a ex-governadora do Pará, Ana Júlia Carepa, se manifestou de forma incisiva em suas redes sociais, contra as demissões no Banco da Amazônia.

Só no Estado do Pará, governado por Ana Júlia entre 2007 e 2010, serão 121 famílias afetadas pelas demissões no quadro de apoio do Banco.

“Meu total apoio em defesa dos trabalhadores demitidos no Banco da Amazônia. Minhas raizes de luta pertencem ao movimento sindical bancário, e não posso me calar neste momento. Enfraquecer o Banco da Amazônia é enfraquecer o crédito para a agricultura familiar na região, tirar o apoio financeiro de pequenos produtores e esvaziar os esforços para um progresso econômico com desenvolvimento humano e respeito ambiental em toda a região. Nossa luta não é de sindicatos ou bancários, é pelo povo amazônico!” escreveu a ex-governadora em suas redes.

Na mobilização parlamentar contra a demissão, houve uma audiência pública na tarde desta quarta-feira, 25, na Câmara dos Deputados.