Hiroshi Bogéa On line

Evolução comparativa

O blog oferece agora um aperitivo aos nossos queridos economistas e demais estudiosos de números cruciais da vida de um país. Peguemos o ano de graça de 1975, quando ocorreu a divisão territorial do Estado de Matogrosso:

1- Usando preços constantes do ano 2000, o IBGE mostra que o PIB do Brasil, naquele ano de 75, foi de R$ 446 bilhões (números redondos). Em 2004, esse PIB subiu para R$ 1, 2 trilhão (números redondos), num crescimento de 269,10%;

2- Nesse mesmo período, em 1975, o PIB do Pará foi de R$ 4,6 bilhões, elevando-se para R$ 23,225 bilhões em 2004. Crescimento de 408,07%;

3- O PIB do Paraná em 1975 foi de R$ 29,249 bilhões. Em 2004, pulou para R$ 73,826 bilhões. ou seja, aumento de 252,41%;

4- Em 1975, o Estado de Minas Gerais experimentou PIB de R$ 37,614 bilhões. Trinta anos depois, seu Produto Interno Bruto esticou para R$ 113,143 bilhões. Gordura a mais de 300,79%;

5- No ano de criação do Estado do Matogrosso do Sul, o estado remanescente Mato Grosso teve um PIB de R$ 5,420 bilhões. Em 2004, o PIB deste estado subiu para R$ 18,974 bilhões. Aumento de 350,03%
Somando-se ao PIB de Matogrosso do Sul, também em 2004, que foi de R$ 13,553 bilhões -, o total dos dois Estados depois de divididos elevou-se para R$ 32.526 bilhões. Ou seja, extraordiários 600,04% -, enquanto o PIB do Brasil estava em 269,10%.

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *