Hiroshi Bogéa On line

“Eu te amo”

 

 

“Sorria, brinque, chore, beije, morra de amor, sinta, sonhe, grite e, acima de tudo, viva. O fim nem sempre é o final. A vida nem sempre é real. O passado nem sempre passou. O presente nem sempre ficou e o hoje nem sempre é agora. Tudo o que vai, volta. E se voltar é porque é feito de amor.”

 

 

Depois de ler o texto acima enviada por uma fã, o ator  Reynaldo Gianecchini encara Marília Gabriela, que lhe entrevistava, levanta-se, e beija na boca a ex-namorada.

 

 

Post de 

3 Comentários

  1. Mulher de perto

    4 de abril de 2012 - 22:04 - 22:04
    Reply

    Hiroshy..bela cena,suaves e encorajadoras palavras…como é gratificante recebe-las.Uma pena!!nem todos as tem…abçs

  2. Capitu

    4 de abril de 2012 - 21:03 - 21:03
    Reply

    A quem possa interessar:

    Linha Tênue

    Todo o lugar que chego você não fica
    Tudo o que eu te peço você não dá
    Se dou opinião você implica
    Toda vez que ligo você não está
    Por que fazer questão deste jogo duro?
    De me mostrar o muro a nos dividir?
    Seu coração de fato está escuro
    Ou por de trás do muro
    Tem mais coisa aí

    Toda vez que passo você não nota
    Eu conto uma lorota você nem ri
    Me faço fina flor vem e desbota
    Me boto numa fria não socorre
    Eu cavo um elogio isso nem te ocorre
    A indiferença escorre fria a me ferir
    Será porque você não me suporta?
    Ou dentro desta porta
    Tem mais coisa aí

    Entre o bem e o mal a linha é tênue meu bem
    Entre o amor e o ódio a linha é tênue também
    Quando o desprezo a gente muito preza
    Na vera o que despreza é o que se dá valor
    Falta descobrir a qual desses dois lados convém
    Sua tremenda energia para tanto desdém
    Ou me odeia descaradamente
    Ou disfarçadamente me tem amor.

    Maria Gadú

  3. Anônimo

    4 de abril de 2012 - 20:45 - 20:45
    Reply

    Lindos. Simplesmente isso…

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *