Hiroshi Bogéa On line

Estuprando a hipocrisia

Rachel Ann Hicks foi presa na semana passada, por ter abusado do garoto do estado de Maryland, segundo policiais do condado de Orange.
Ela vai responder a dois processos de estupro, um de agressão sexual e outro de solicitação sexual de menor, segundo a imprensa local.

Mais
——————–

Nota do blog:

A maioria dos garotos de  nossa geração foi  “abusada” sexualmente entre os 13 e 15 anos, por uma prostituta experiente ou uma fogosa empregada doméstica  beirando os 40 anos, da casa dos  avós ou pais.

Diante da notícia da semana reproduzida acima, ficamos  a imaginar o quanto esse ato da norte-americana causou  deleite recorrente ao garoto do estado de Maryland.

Naquele tempo, “estupro” e “abuso”, aos 13 anos, significava o que deveria significar até hoje: perder a virgindade nos braços de quem nos queria, felicíssimo da vida.

O ato tinha sempre uma consequencia inocente: deixar a garotada deliciando-se, junto aos demais colegas, da boa nova, exagerando em detalhes que o prazer lhe proporcionara.

Vou-te!!

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *