Hiroshi Bogéa On line

Estimulando cultura

A Unimed Sul do Pará convidou e o escritor Ademir Braz aceitou proposta para compilar a obra inacabada do saudoso poeta Aziz Mutran Filho. Contrato entre as partes deverá ser assinado esta semana para a publicação do livro sair até o próximo aniversário de Marabá, dia 5 de abril

Sob a presidência do marabaense Jorge Bichara, médico-ambientalista, a Unimed Sul do Pará parte para investir maciçamente no setor cultural da região, com Ademir à frente de alguns projetos.

Post de 

13 Comentários

  1. Junior do Teclado

    26 de dezembro de 2008 - 13:58 - 13:58
    Reply

    Ah, eu tô por aqui sempre…rss
    Indico seu blog, e o do Pagão, para muita gente boa.
    Obrigado!!!
    Grande abraço e um 2009 incrivelmente bom!!!

  2. Quaradouro

    19 de dezembro de 2008 - 21:55 - 21:55
    Reply

    Caro:
    Deixe-me agradecer a sua e a generosidade de seus leitores em relação a meu trabalho. De fato, há esse contrato feito com a Unimed e para enriquecer o inédito do Aziz vou falar com a filha dele, Corina, para ver se levanto fotos, arquivos, essas coisas.
    Também informa a você e aos nossos amigos que enfim conclui os livros "Lua de Jade", "Crônicas insensatas & outras malvadezas" e "Lavoura do caos". Publicá-los é que são outros 500, isto é, são alguns milhares de reais que não tenho de jeito nenhum.
    Abração

  3. Hiroshi Bogéa

    19 de dezembro de 2008 - 03:48 - 3:48
    Reply

    Meu amigo Junior, a música em pessoa! O Jorge Bichara tem um projeto social na cabeça bem vasto. Ele aos poucos vai soltando o que pretende fazer. Um cara dez.
    Volte sempre, é uma honra enorme tê-lo na caixinha de comentários.
    Bom final de semana.
    Abs

  4. Hiroshi Bogéa

    19 de dezembro de 2008 - 03:46 - 3:46
    Reply

    Boa noite, Bia….você apenas veio provocar novidades, minha linda.
    Bjus

  5. Junior do teclado

    19 de dezembro de 2008 - 01:24 - 1:24
    Reply

    Que maravilha, Hiroshi!!!…
    Tomara que não seja um caso de “farinha pouca…”, e se estenda para o segmento musical. Todavia, é uma plausível idéia do seu Jorge.
    Parabéns!!!

    Feliz natal, meu admiradíssimo jornalista!!

  6. Bia

    18 de dezembro de 2008 - 21:41 - 21:41
    Reply

    Boa noite, Hiroshi:

    termino este dia desculpando-me pela minha desinformação, mas muito feliz. Obrigada.

    Abração.

  7. Hiroshi Bogéa

    18 de dezembro de 2008 - 12:43 - 12:43
    Reply

    Bia, querida.
    Mais uma boa pra você: a Unimed Sul do Pará assinou convênio com a Fundação Casa da Cultura para financiamento do projeto Cidade Memória. Em menos de dois meses, dezenas de personalidades antigas de Marabá e região gravaram depoimentos à equipe formada na CCM para tocar os trabalhos. Com a primeira parcela, o Noé Atzingen adquiriu câmera, microfones, iluminação e outros equipamentos, com os quais deu inicio ao projeto. Muita gente antiga foi “embora”antes de gravar suas memórias, mas ainda há uma boa leva entre nós.
    O Jorge, à frente da unimed, tem realizado um trabalho de responsabilidade social admirável.
    abs

  8. Bia

    18 de dezembro de 2008 - 10:15 - 10:15
    Reply

    Bom dia, Hiroshi:

    uma boa notícia para encerrar um ano pleno de más notícias.

    Concordo com a sua manifestação, ao justificar a precedência do Azizinho. Frederico tem, felizmente, sua valorosa família para proteger sua produção literária.

    Sugiro que o Dr. Jorge Bichara, na esteira dessa ótima iniciativa, veja a possibilidade de inovar nos financiamentos, a exemplo do que já fizeram o SENAI, o Itaú e outras instituições Brasil afora, e conseiga financiar um Projeto Memória, resgatando a história oral de Marabá. Nossos velhos estão morrendo, sem que haja documentos suficientes para recompor pedaços fundamentais dessa nossa ancestralidade.

    Parabéns ao nosso Poeta. Melhor escolha do que a dele, só Ronaldinho no Corinthians, para quem é uma fiel sãopaulina…rsrsrs…

    Abração. Para o Jorge, Ademir e você.

  9. El Cid

    17 de dezembro de 2008 - 12:18 - 12:18
    Reply

    Mais uma vez o ilustre marabaense Jorge Bichara demonstra sua sensibilidade resgatando as preciosidades regionais. Certamente que a obra do Fred também será contemplada.
    Parabéns! ao Jorge e a Unimed.

  10. Hiroshi Bogéa

    16 de dezembro de 2008 - 20:47 - 20:47
    Reply

    E eu sabia, Cris, que você viria a este post deixar sua marca. Eu também gostei!
    Beijos

  11. Hiroshi Bogéa

    16 de dezembro de 2008 - 20:46 - 20:46
    Reply

    3:27 PM, o projeto Azizinho como ponto de partida é para evitar que um calhamaço de poemas e crônicas dele suma no tempo. Folhas de papéis bem antigos mal cuidadas, já que não existe nenhum familiar diretamente ligado a ele atento a essas questões, estão se perdendo. Claro que a criação de Frederico, nosso Fred, virá à tona. É apenas o pontapé inicial de um programa de responsabilidade social da Unimed Sul do Pará.

  12. morenocris

    16 de dezembro de 2008 - 20:18 - 20:18
    Reply

    acho que toda e qualquer iniciativa é sempre válida. parabéns pela escolha do AB.

    beijos.

  13. Anonymous

    16 de dezembro de 2008 - 18:27 - 18:27
    Reply

    Sem qualquer demérito ao saudoso Azizinho, a Unimed poderia homenagear o não menos saudoso Frederico Morbach, que tem obra poética bem mais densa que o homenageado. Bom lembrar que Morbach possui obra inédita sobre a história de Marabá, cujo resgate cairia muito bem.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *