Hiroshi Bogéa On line

Estilo Serra

Luiz Nassif, comparando a qualidade do ensino de São Paulo   e Minas Gerais:

No ano passado participei como jurado de um concurso de gestão para a área pública em São Paulo. Um dos cases apresentados foi da Secretaria da Educação, de um sistema em que as escolas terceirizariam merenda e refeições, haveria um sistema de avaliação de preço e qualidade, desobrigando o diretor de trabalhos burocráticos para poder se dedicar ao modelo pedagógico.

Aparentemente, uma iniciativa modernizante.

Um de meus colegas de bancada era um jovem consultor de uma grande empresa de consultoria. No intervalo conversamos sobre a gestão em educação. E ele dizia que São Paulo não chegava aos pés do modelo mineiro por uma razão simples: por aqui se pegava um pacote de medidas e se tentava enfiar goela abaixo do sistema; em Minas havia um trabalho de convencimento. Por isso, com metade dos gastos por aluno, o estado conseguia resultados melhores que São Paulo.
Post de 

1 Comentário

  1. Anonymous

    6 de julho de 2010 - 17:13 - 17:13
    Reply

    Ledo engano, para quem não conhece a educação pública de Minas Gerais. Aqui em Minas, desde a Gestão do Governador Eduardo Azeredo (um dos pioneiros em matéria de mensalão), a educação vai de mal a pior, na minha época de estudante havia disciplina e quem não tirava boas notas repetia o ano, agora são distribuidos 500 pontos para que o aluno consiga pelo menos 50, não há mais "bomba na escola", e a disciplina! coitado dos professores, além de mal pagos (estavam em greve a poucos dias) ainda são obrigados a tolerar a falta de educação da maioria dos alunos e pasmem… de seus pais também, que acham que é o professor o responsável pela educação de seus filhos. Uma verdadeira lástima!

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *