Estado oferecerá rede de reforço escolar

 

Estudantes com dificuldade em Língua Portuguesa e Matemática nos Ensinos Fundamental e Médio terão reforço nessas duas disciplinas ao longo do ano letivo de 2015.

Medida faz parte da reforma de gestão e de conteúdo pedagógico da rede pública estadual implantada pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc). O trabalho será desenvolvido por professores da rede e também por graduandos da Universidade do Estado do Pará (UEPA).

A mudança, concretizada por intermédio do Projeto Aprender Mais, com acompanhamento direto do secretário de Educação, Helenilson Pontes, e parceria do Instituto Unibanco, vai contemplar, pela primeira vez, estudantes do Ensino Médio. O projeto, que utilizará o material didático e a metodologia Entre Jovens, desenvolvidos pelo Instituto Unibanco, está presente no Ensino Fundamental da rede estadual desde 2011.

Além de professores da Seduc, capacitados para o projeto, cada instituição de Ensino Médio deverá receber quatro universitários para atuar, inclusive no período do contraturno, no esclarecimento de dúvidas dos estudantes e no acompanhamento diário dos professores. O projeto atuará em sintonia com o Sistema Paraense de Avaliação Educacional (SisPae), o Centro de Formação de Profissionais da Educação Básica do Estado do Pará (Cefor) e o Núcleo de Tecnologia Educacional (NTE).

Objetivo é priorizar o ensino e assimilação de conteúdos de Língua Portuguesa e Matemática no 5º e 9º anos escolares, além de intensificar a prática de ensino de todas as disciplinas do 5º ano.

No Ensino Médio, serão atendidos estudantes do 1º e do 3º ano de 35 escolas de Belém e outras 15 do interior do Estado, identificadas com demandas urgentes.