Estacionamento do aeroporto de Marabá será licitado no início de 2015

Publicado em 5 de setembro de 2014

 

Abibe FerreiraDepois que a Infraero entregar o novo aeródromo de Marabá, no final deste ano, o órgão federal dará início ao processo de licitação das obras do estacionamento .

Quem informa é o  superintendente Regional do Norte da Infraero, Abibe Ferreira Júnior (foto), em entrevista exclusiva ao blog.

Formado em Tecnologia em Processamento de Dados pela Universidade da Amazônia – UNAMA, em Belém/PA, Abibe Ferreira Júnior é marabaense  e integra o corpo funcional da Infraero há 26 anos, e ocupou, no último ano, o cargo de superintendente Regional do Rio de Janeiro.

Considerado um dos mais eficientes servidores da Infraero,  Abibe revela sua satisfação em  conseguir tocar as obras de reforma e ampliação do aeroporto da cidade de sua família.

A seguir, a entrevista:

 

 

Blog –  Uma etapa das obras do aeroporto de Marabá foi concluída com a entrega da sala de embarque. Pelo cronograma da obra, quando o aeroporto ampliado e reconfigurado será entregue?

 

Abibe –  As obras foram iniciadas em novembro de 2013 e têm previsão de entrega completa ainda neste ano., pelo menos este é esforço que estamos empreendendo.

 

Blog –  A ampliação do aeroporto foi projetada para atender até quantos passageiros/dia?

 

Abibe –  Com a ampliação, a capacidade operacional será ampliada para 1,5 milhões de passageiros/ano, ou seja, em torno de 4.100 passageiros/dia.

 

Blog –  Na sala de desembarque, quantas esteiras de bagagem serão disponibilizadas?

 

Abibe –  Serão disponibilizadas duas esteiras de bagagem.

 

Blog –  O estacionamento do aeroporto será melhorado ou ficará como está?

 

Abibe –  O Estacionamento terá obras de melhorias a serem licitadas no primeiro semestre de 2015.

 

Blog –  Usuários do aeroporto reclamam muito do péssimo atendimento oferecido pela franquia da lanchonete. A Infraero não tem como exigir qualificação do locador para melhorar os serviços?

 

Abibe –  As obras irão favorecer a implantação de um novo ponto de lanchonete na sala de embarque, enquanto a área atual passará por ampliação, contribuindo sobremaneira para a melhoria dos serviços. O mal atendimento não é tolerado por nós, razão pelo qual iremos atuar fortemente.

 

Blog –  Num futuro não muito distante é possível imaginar o aeroporto de Marabá construído em outro local, ou isso é tipo de empreendimento fora da realidade financeira do governo? Tecnicamente, o aeroporto, onde se encontra, cercado de habitações, é seguro?

 

Abibe –  Sim, é seguro. Pois o aeródromo atende a todos os requisitos normativos de segurança emitidos e fiscalizados pelo órgão regulador (Anac). Há outros aeroportos no Brasil, e até no exterior, que ficam em áreas próximas de habitações e operam normalmente.

 

Blog –  Como você sente, sendo filho de marabaenses, responsável agora pela construção das obras de ampliação e melhorias do aeroporto -, depois que muitos superintendentes tentaram, sem sucesso, fazer a obra?

 

Abibe –  Sinto-me orgulhoso e feliz por estar participando ativamente dessa obra de melhoria e ampliação do aeroporto de minha cidade, mas também temos obras em outros aeroportos do nosso Estado, do Maranhão e do Amapá, o que mostra a intenção da INFRAERO de sempre melhorar os seus aeroportos.