Hiroshi Bogéa On line

Esculhambação geral

De dentro do Fórum de Marabá, sumiu a representação de pedido de prisão preventiva do chefão do tráfico Flávio “Olho de Gato”, apresentada dia 8 de agosto.

A superintendência de Polícia Civil do Sul do Pará já deu entrada, nesta terça-feira,18, de outro pedido de preventiva, depois que o juiz de Direito Marcelo Andrei Simão Santos indeferiu a primeira representação, concedendo, em seu lugar, habeas corpus preventivo garantindo a liberdade do traficante.

Post de 

12 Comentários

  1. Prof. Alan

    23 de agosto de 2009 - 03:29 - 3:29
    Reply

    1) Que bom que você assumiu voluntariamente o epíteto de burro – veja que eu não o chamei de burro, e sim critiquei sua péssima ortografia. Mas assim é melhor, me poupa alongar esse assunto;

    2) Não me considero melhor do que você pelos seus erros de ortografia, e nem por conta das ideias que você defende. Não concordo com o que você disse, mas defenderei até a o morte o seu direito de dizê-lo. E também o meu de criticá-lo;

    3) Não pense que me impressiona citando Sêneca. Quando você citar Robert Alexy, Raymundo Faoro ou Ronald Dworkin aí sim eu me impressiono…

  2. Anonymous

    21 de agosto de 2009 - 12:27 - 12:27
    Reply

    EM TEMPO: também logrei a honra de ter grandes mestres, tais como: Prof. DAVI PASSOS (História/Escola Jader Barbalho), Prof. COSME (Geografia/Escola Henrique Francisco Ramos), Prof.ª MARIA BEZERRA (Filosofia/Escola Jader Barbalho), Prof. RAIMUNDO NONATO (Matemática/Escola Jader Barbalho), Prof. Daniel (Matemática/Escola Henrique Francisco Ramos), Prof.ª Elizete (Educação Física/Escola Tancredo Neves), dentre outros, os quais mesmo com toda carência do ensino público, ajudaram a formar meu caráter, razão pela qual eu acho que não é porque tenho uma opinião conflitante com o poster e outro comentarista que posso me considerar melhor ou pior de quem quer que seja.

    Grato

    Escrivão Burro
    (segundo o Prof. Alan)

  3. Anonymous

    21 de agosto de 2009 - 11:56 - 11:56
    Reply

    Hiroshi e Prof. Alan.

    Desculpem-me sou formado em matemática, sempre fui péssimo em português e redação, mas mesmo assim consegui com a benção de Deus, uma vaga no serviço público que outras 184 pessoas por vaga almejavam. Não tenho culpa de ser fruto de um sistema de ensino público falido. Sou escrivão e não escritor. Na minha vida laboral antes de imprimir sempre me dou ao trabalho de revisar meus trabalhos, mas aki na net naum me preukupu muito com issu naum…

    "O pior ignorante, é aquele que pensar que é melhor que o próximo" (Sêneca)

  4. Hiroshi Bogéa

    21 de agosto de 2009 - 01:33 - 1:33
    Reply

    E você resumiu a tragédia em poucas palavras, professor. Estou evitando responder a alguns comentaristas, por isso. Uma braço.

  5. Prof. Alan

    21 de agosto de 2009 - 01:14 - 1:14
    Reply

    É triste ver alguém que se intitula escrivão escrevendo "palta", "seus texto" e "concerteza".

    É a mais perfeita tradução de como anda o Judiciário paraense…

  6. Anonymous

    20 de agosto de 2009 - 12:30 - 12:30
    Reply

    ERRATA

    ONDE TEM: Deixando o corporativista de lado…

    ENTENDA-SE: Deixando o corporativismo de lado…

    Não era minha intenção especificar a alguém de corporativista, mas sim a toda uma instituição que já mostrou por A mais B que não é confiável e é inimiga da sociedade.

    Quando digo sociedade, me refiro apenas a pessoas que vivem dentro da Lei.

  7. Anonymous

    20 de agosto de 2009 - 09:47 - 9:47
    Reply

    TEM JOGADO ENTRE O SECREATARIO E O ADVOGADO EPOR ISTO O JUIZ SAI COMO CORRUPTO.

    TEVE UM CASO ONDE O ADVOGADOV PEDIU DINHEIRO DIZENDO QUE ERA PARA O MAGISTRADO.

    OS MAGISTRADOS JÁ SABEM E ESTÁ SOB INVESTIGAÇÃO DA POLICIA FEDERAL.

    ÉGRITANTE VC VER SECREATRIAS DE VARAS CIVEL ANDANDO DE CARROES E TENDO PATRIMONIOS VULTANTES.

  8. Anonymous

    20 de agosto de 2009 - 01:49 - 1:49
    Reply

    Deixando o corporativista de lado…

    ..desde quando bandido tem que andar com um arsenal de armas para mostrar que é bandido? Pra mim, ele andar com uma arma dessa, caracteriza apenas uma coisa: certeza de que não será incomodado.

    Quanto a PM atrapalhar investigação… sem chance.

    O que pode está havendo aí é uma disputa.

    Já foi o tempo em que a polícia passava uma boa imagem para a sociedade, era amiga e confiável… longos e distantes anos.

    Mas pra resumir a opereta: vai dar em nada, como sempre.

    Aliás, uma indagação: por que os promotores e juizes não montam salas dentro das delegacias? Assim ficaria mais difícil propinar e haveria a celeridade dos casos.

    Senhores do judiciário, façam jus ao salário.

    Tá pouco o salário? Saia então!

  9. Anonymous

    19 de agosto de 2009 - 14:49 - 14:49
    Reply

    quando é conveniente, há amné$ia e irre$ponSabilidade.

  10. Anonymous

    19 de agosto de 2009 - 13:44 - 13:44
    Reply

    Hiroshi.

    Já trabalhei como escrivão em uma mesma comarca, cujo o Dr. MARCELO ANDREI, era o juíz titular. Descrevo-o como um homem probo, um magistrado esforçado no combate a criminalidade, dentro dos preceitos da lei. Um homem que palta sua vida na edificação da justiça e não um justiceiro. Algo de podre tem atrás da ação da Guarnição Policial Militar que atendeu esta ocorrência em tela. só pela leitura de seus texto, já me deixa uma indagação, porque um mega traficante que comanda vários núcleo urbanos em uma cidade no porte de marabá, possui apenas um velho revolver calibre 38 e não um pistola de uso restrito? você já ouviu falar em "vela", na giria policial?. E o pior de tudo, os caras (PMs), concerteza atrapalharam uma investigação de meses da Polícia Civil, e vem com esta onda de que Delegado pegou arrego de advogado de traficante. A Polícia Militar, ultimamente não vem cumprindo com seu papel de polícia preventiva e já quer fazer o papel da Polícia Judiciária. Hiroshi procure o Dr. MARCELO ANDREI e verá que mesmo está mais pra FALCONE de que pra OBUSCCETA.

  11. Anonymous

    19 de agosto de 2009 - 12:21 - 12:21
    Reply

    E o caso de lobby na Sema alguma novidade ?

  12. Prof. Alan

    19 de agosto de 2009 - 01:05 - 1:05
    Reply

    Hiroshi, eu acho engraçado que tem muito juiz que ainda não descobriu a existência do CNJ – Conselho Nacional de Justiça, apesar das gritantes evidências de que aquele órgão do Judiciário não é uma miragem…

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *