Hiroshi Bogéa On line

Esclarecimento, já!

 

Denúncia anônima levou a PM de Parauapebas a flagrar seis  homens transportando, numa camionete, expressiva quantidade de carne de gado.  No veículo, localizado ainda  duas armas sem registro, e munição.

Na delegacia, o mais grave, presos confessaram fazer parte de uma quadrilha que roubava reses nas fazendas localizadas às margens da PA-275, que liga Eldorado do Carajás a Parauapebas.

Contaram também que os roubos dos animais eram determinadoss pela  coordenação do MST que controla o acampamento “Frei Henrique”, montado à frente da fazenda Marambaia.

Conforme relata o Correio do Tocantins, “caso a ordem (dos roubos) não fosse  cumprida, os membros do MST seriam mandados embora do acampamento”.

Esse fato é muito grave. Gravíssimo!

A coordenação estadual do MST tem obrigação de esclarecer as denúncias associados ao  movimento por seus associados.

Criminalizado à exaustão pelos pecuaristas e grande parte dos formadores de opinião, o MST não pode,  agora, ganhar a pecha de comandar roubos de animais no interior das fazendas ameaçadas de invasão.

Se este episódio não for esclarecido com transparência, o Movimento dos Sem-Terra será execrado, definitivamente,   junto a camadas da  sociedade que ainda lhes são simpáticas.

Post de 

2 Comentários

  1. ANONIMO

    23 de maio de 2011 - 08:13 - 8:13
    Reply

    Isso não é novidade,ao contrário,é fato corriqueiro,sempre há roubo de gado em fazendas invadidas,e como sabemos que nessas áreas(as invadidas)só entra e só sai quem é autorizado pelos invasores(MST),não há o que investigar,é só tirar a blindagem que esse bando tem, até agora. Tem local ,a imprensa já divulgou em rede nacional,que eles levam só a carne nobre(prá quem não sabe,são os quartos traseiros das reses).E não roubam só gado,também depredam maquinário,usinas,intalações elétricas,hidraulicas,etc Tem autoridade e/ou lei nesse estado ou no país ??

  2. Anônimo

    23 de maio de 2011 - 01:06 - 1:06
    Reply

    Hiroshi.
    Importante mesmo é apurar quem são os detidos. Pode ser que realmente faz parte de um dos acampamentos do MST, ou apenas está utilizando o nome do movimento para tentar livrar-se do delito cometido.
    Sei que o MST conta com grande apoio dos produtores dos assentamentos da região, o que em muitas das situaçõees ajuda no custeio e manutenção dos acampamentos. Nesse sentido, carne bovina poderá ser encontrada sendo transportada para algum acampamento. Mas é importante que se apure o ocorrido para não deixar dúvida.
    Conheço a conduta íntegra dos dirigentes do MST, e posso dizer que não é essa a concepção dos mesmos.
    Abraço.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *