Era o que faltava

Publicado em 13 de junho de 2007

São 15h05.
Aqui em Redenção tomo conhecimento de que a Colônia de Pescadores Z-44 botou a boca no mundo ameaçando interditar o rio Tocantins, caso as barcaças da Cosipar transportando gusa para Barcarena continuem a navegar pelo lago de Tucuruí. Na versão do presidente da entidade, cujo nome não foi repassado a este poster, a presença do comboio de balsas da empresa está afugentando as espécies e conseqüente queda na produção de pescado.
Isso é uma barbaridade! Não existe nenhuma possibilidade da navegação de barcaças afetar a produção de peixes. Na verdade, com seu porte volumoso e calado idem, as balsas devem estar é destruindo o sistema de pescaria predatória denominado de “Amarrador” , extensas malhadeiras responsáveis pela pesca ceriminosa -denunciada por este poster.
Vou continuar mexendo nessa casa de marimbondo -, apesar das ameaças a mim dirigidas. Esses presidentes de colônias estão se transformando em empresários do setor, aproveitando-se do cargo que ocupam e usando os associados desinformados como isca de seus negócios.