Equipes da Semed estão sendo hostilizadas

Publicado em 4 de fevereiro de 2014

 

Equipes de dirigentes da Semed formadas para discutir com diretores e demais servidores da Educação,  estão sendo hostilizadas,  nas escolas, por dirigentes do Sintepp.

Essa informação acaba de ser passada ao blog por educadores que assistiram, esta manhã, a Coordenadora de Ensino da secretaria de Educação,  Floripes  de Amaral,  ser praticamente impedida de adentrar uma escola, na Nova Marabá, quando estava conversando  com os servidores.

Equipes foram formadas para levar ao conhecimento dos dirigentes escolares, dados que a prefeitura vem oferecendo à população, comprovando o que foi feito até agora a favor da categoria e o quanto  a greve decretada pelo sindicato, é inadequada.

A receptividade das conversas das equipes da Semed com os servidores, dentro das escolas, tem sido a melhor possível, na avaliação da fonte.

O blog ouviu também, minutos atrás, o líder do governo na Câmara, vereador Pedro Souza.

“As equipes que visitam as escolas não estão  mentindo, não estão  inventando nada, nem colocando a faca no pescoço de ninguém: apenas levamos a verdade aos servidores, mostrando, com números, a real situação da prefeitura e o que já conseguimos avançar, em um ano de governo, mesmo diante das dificuldades. Esta administração não ameaça ninguém, não atua com autoritarismo”, revela o vereador Pedro Souza, que também participa dos encontros nas escolas.

Hoje pela manhã, grupo de menos de 100 pessoas, liderados pelo Sintepp, realizou manifestações em pontos da cidade.

O prefeito João Salame já determinou a Semed: negociação somente com o retorno dos grevistas à sala de aula.