Entrega de cestas básicas para famílias vulneráveis em Marabá adiada para dia 22 de maio

Publicado em 20 de maio de 2021

A campanha de arrecadação de alimentos para distribuição entre famílias que estão desempregadas em Marabá, e passando fome, já adquiriu, junto a lojistas locais, mais de cem cestas básicas de alimentos.

A campanha de arrecadação de recursos está tendo excelente receptividade.

O espírito de solidariedade da população marabaense, sensibilizada com a situação desesperadora de famílias pobres que não encontram emprego nesse período de pandemia, é o grande responsável pelo sucesso do movimento.

Inicialmente marcada para o dia 17 de maio, a entrega das cestas básicas foi adiada para o dia 22, sábado

O cadastro das famílias necessitadas foi feito por dirigentes de associações de moradores da Nova Marabá, com a coordenação do blogueiro Hiroshi Bogéa.

Houve um critério a ser seguido, para a confecção da lista de pessoas beneficiadas.

Primeiramente, a comprovação de que estão desempregadas e com filhos em casa.

O outro critério foi seguir avaliação feita pela psicóloga Zeneide Ferreira , que aceitou participar  da campanha, conversando com as famílias cadastradas.

“A campanha é um ato de extrema solidariedade e de caráter cristão, porque eu vi de perto o quanto as famílias selecionadas estão em situação bastante vulnerável. Muitos pais e mães de família, inclusive, há mais de ano desempregados, por causa da pandemia. Acho que essa campanha deveria se estender a outros núcleos populacionais da cidade. Marabá tem muita gente passando fome. E o mais significativo é o perfil discreto com que a campanha está sendo desenvolvida, com cada pessoa participando sem intenção  alguma de querer autopromoção”, fiz a psicóloga.

O prazo de entrega das cestas básicas foi adiado porque ainda faltam 10% da lista de famílias cadastradas serem completadas com a aquisição da cesta básica.

O total  é de 120 cestas a serem distribuídas, cada cesta no valor de R$ 150,00

Ao final da campanha, o blog fará agradecimentos públicos a todas as pessoas e empresas que estão ajudando a comprar as cestas básicas.