Entre mangangás e bezourões da corte

Publicado em 16 de agosto de 2012

 

 

 

Quatro anos depois, somente agora o TSE decidiu julgar legalmente constituído, o registro da candidatura de   Ronaldo Martins Campos (PMDB), eleito prefeito de Jacundá-PA em 2008.

Ou seja, a pouco menos de cinco meses do próximo prefeito a ser eleito em ouubro naquele município, tomar posse, é que o Tribunal Superior Eleitoral decidide julgar demanda criada naquele ano.

N0o “reino” morosamente emberouzado do TSE, as injustiças  se avolumam, matando no nascedouro a vontade popular de uma comunidade.