Entre canalhas & fedentinas

Publicado em 30 de julho de 2010

Os canalhas que me odeiam em Marabá (inimigos colecionados e que tanto os deprezo por excelência!), percorrem algumas caixas de comentários da blogosfera  atribuindo minha saída do Diário do Pará  “por ter sido expulso”, conforme relatam alguns colegas em contato telefônico e através de emeios.

Apenas para esclarecer amigos.

Eu não saí do DP.

Deixei de escrever a coluna para o jornal em razão de exclusiva falta de tempo, envolvido que estou na implantação de um projeto de comunicação que será ativado até metdade  de setembro, abrangendo todo o interior do Estado.

O próprio blog tem recebido pouca atenção, em face das seguidas viagens realizadas nos últimos 60 dias.

Como o projeto envolve não apenas a contatação de profissionais, como treinamento do quadro, o tempo de sobra é para dormir.

Infelizmente, os bandidos e canalhas plenamente conhecidos por mim, covardes avessos ao fuça-fuça, olho no olho, preferem os labirintos das caixas de comentários anônimos.

Há dias esse papo da canalhice flutua nos blogues sem que me levasse a necessidade de fazer qualquer tipo de esclarecimento.

Como percebi a preocupação de amigos verdadeiros diante da torpe mentira, decidi escrever este post.

É isso, parceiros.

Vem coisa boa por aí, para desespero de meus inimigos.

Aguardem!