Hiroshi Bogéa On line

Enredo da Imperatriz Leopoldinense tem sabor paraense

 

 

A famosa “verde e branca”, este ano, homenageará o Estado do Pará. Convidados especiais, como Dira Paes, Beto Barbosa, Fafá de Belém e Gaby Amarantos representarão a ginga paraense no carnaval carioca.

Imperatriz Leopoldinense será a penúltima escola a desfilar na segunda-feira de carnaval e promete trazer carros lembrando verdadeiras naves extravagantes, inspirados nos equipamentos enormes usados nos shows de tecnobrega.

Para nossa Beyoncé paraense, a escola se comprometeu em apresentá-la com muito brilho. Gaby Amarantos já agita as quadras com muito glamour. o que dirá na Sapucaí? Já que será a grande musa do desfile.

 

gaby

Post de 

10 Comentários

  1. AGUINAIR

    7 de fevereiro de 2013 - 09:02 - 9:02
    Reply

    Nobre W, quando me refiro a “acampador”, são as pessoas que usam e abusam das nossas riquezas e investe em outro lugar, não quero generalizar, pois sei que existe muitas pessoas que não são dessas terra e a amam muito. Assim como você, Eu sou da “gema” – Marabá Pioneira – , tenho amor pela minha terra, quero ressaltar que sou contra quem num faz nada pela nossa gente, você deveria ter esse mesmo sentimento, exemplo disso: vale e muitos empresários. Outra coisa, ninguém tomou meu lugar, “o que é meu é meu e ninguém tasca”….Estou sempre confiante que o melhor estar por vir! Abraçoss

  2. W

    6 de fevereiro de 2013 - 19:59 - 19:59
    Reply

    Caro Aguinair, com fé em Deus, em 2030, com apenas 43 anos, estarei em pleno vigor para lutar pelos interesses de Marabá, na qualidade de marabaense e cidadão que sou.
    Embora paraense com muito orgulho, cuja infância se deu em plena Marabá Pioneira, não tenho qualquer preconceito frente aos “forasteiros” e “acampadores” que escolheram Marabá para viver. Pelo contrário, convido-os a fazer parte do desenvolvimento de nossa cidade.
    Quanto à você, não o conheço, mas ao que parece, algum “acampador” tomou seu lugar ao sou, talvez por isto essa antipatia.
    Quanto à sua ignorância, desculpa se o ofendi. Não tenho esse direito.
    Um abraço pra você também!

  3. JvMarabá

    6 de fevereiro de 2013 - 19:11 - 19:11
    Reply

    Meu pai era CEARENSE chegou em CARAJÁS em 1946, depois da guerra!! Trouxe com ele uma PARAENSE de CURUÇA ,veio pelo Rio Tocantins,passou no CAPITARIQUARA de BATELÃO, único acesso da época.. .Hoje temos mais de 5 empresa de aviação nos servindo, avião saindo de baixo para o outro aterrissar ,já começaram a fazer outra pista.. .Só agora depois do PLEBISCITO , os PARAENSE descobriram que o PARÁ não é só o PARAZINHO , e estão chegando aos poucos, profissionais ou com formatura de terceiro grau. . . Belém não tem emprego!! Os governos PARAENSES não invertem para que isto aconteça… GASTÁO mesmo e de carnaval e no Rio de Janeiro kkkkkkkk.. .Eu voto não, na próxima eleição para governo,independente de NOME ou PARTIDO .

  4. AGUINAIR

    6 de fevereiro de 2013 - 09:47 - 9:47
    Reply

    W e W, me poupe dos seu comentários, vejo que você que se esconde atrás de uma LETRA já demostra a sua fragilidade e falta de coragem, e não me venha falar em ignorância, pois ignorante é você que se alimenta daqui e investe em outro lugar e não tem essa consciência….Lamento muito a suas colocações, pelo que vejo você é mais um “acampador” – como fala Karl Marx – gente como você tem que ir embora, pois não tem conhecimento das nossas realidades. Ah! se sair em 2030 ficarei feliz também, pois, a idade que tenho meus olhos contemplarão esse momento histórico para o nosso povo. O meu desejo é que você contemple também e possa desfrutar dos benefícios que isso trará. Um abraço fique na paz!

  5. W

    6 de fevereiro de 2013 - 07:17 - 7:17
    Reply

    Aguinair, sua grosseria apenas expõe sua ignorância.
    Que bom que você tem tanto orgulho assim da sua terra, Marabá, porém a cultura que será homenageada nesse bloco de carnaval se limita à cultura preexistente em Belém.
    E e você é mesmo de Marabá, percebe-se ainda mais sua ignorância, umas vez que contaminado com os argumentos defendidos (“cambada de acampadores”) pelos defensores da não divisão.
    Em relação à divisão do estado até 2030, Deus te ouça, já estamos em 2013, esqueceu?

  6. @NONIMYS C@N@ENSIS :)

    5 de fevereiro de 2013 - 17:51 - 17:51
    Reply

    CULTURALMENTE É BOM PARA O PARÁ, MAS É SABIDO E RESABIDO QUE OS ENREDOS DE ESCOLAS DE SAMBA CARIOCAS QUANDO FALAM DE UM ESTADO OU MUNICÍPIO SAEM CARRÍSSIMOS AO BOLSO DO CONTRIBUINTE. O PARÁ QUE NÃO TEM UM EDUCAÇÃO DAS MELHORES, DEVERIA INVESTIR EM ESCOLA DE ENSINO MÉDIO E NÃO EM ESCOLA DE SAMBA.

  7. AGUINAIR

    5 de fevereiro de 2013 - 17:46 - 17:46
    Reply

    Caros, se vocês num tem orgulho da onde vieram eu não tenho culpa, porém EU tenho orgulho da minha terra, certamente estão aqui só pra ganhar dinheiro, vão embora cambada de acampadores… Respeito nosso irmãos da Ilha do Marajó, porem também tenho consciência se tivesse ocorrido a divisão ficaria melhor pro nosso povo sofrido do sul e sudeste e tambem pra eles (marajoara). Eu tenho o direito de me expressar da forma como quiser, caso esteja se sentindo doídos não posso fazer nada, apenas amo minha cidade / Marabá linda – cidade centenária. CADA UM , CADA UM…..RSRSRS! ENXUGA MENINO!

  8. anonimo

    5 de fevereiro de 2013 - 16:55 - 16:55
    Reply

    A maoir babaquice,esse lance de ter orgulho da sua terra, cada um tem sua maneira de se relacionar com o passado, e tem que ser respeitado, não cabe crítica nesse ponto. O que me prende à minha terra por exemplo, são meus amigos que lá deixei e meus antepassados ,lá sepultados, mas respeito o pensamento dos outros , e não ouso criticar. Cada um, é cada um !

  9. Paulo Nunes

    5 de fevereiro de 2013 - 16:08 - 16:08
    Reply

    Até em relação a isso vocês vem com essa história de estado de Carajás, por que tu não procura conhecer primeiro a realidade das regiões próximas a Belém, para poder falar alguma coisa, Tu já fostes nas cidades do arquipélago do Marajó para ver o que é pobreza. Só em Cametá tem mais de 700 ilhas, sem luz elétrica, sem água potável. E vocês vivem chorando querendo separar o estado. Fica tranquilo que até 2030 sai essa divisão.

  10. AGUINAIR

    5 de fevereiro de 2013 - 10:26 - 10:26
    Reply

    Essa turma toda ai foi contra a divisão do estado. Ah! exceto o Beto….! Não conhecem a realidade do nosso estado, não os vejo como paraenses e sim como paulistas e cariocas! É um povo que não assume a identidade. Tava vendo a Liah no The Voices, quando foi questionada de qual cidade Ela era, a mesma respondeu ” um cidade do interior do estado do Pará” num teve coragem nem de dizer o nome da cidade…Será se é vergonha!!??? Tenho orgulho da minha terra, da minha cidade e do meu futuro estado de CARAJÁS !

Leave a Reply to anonimo

Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *