Enquanto Maio não vem

Publicado em 22 de abril de 2008

Tião Miranda pretende definir até metade de maio o nome do candidato à sua sucessão. Uma coisa ele já sabe: em quem não votar.

Pelo menos dois nomes, dos pré-candidatos de sua base aliada na ribalta , estão fora de cogitação. Tião quer vê-los, sim, distante da prefeitura.

Antes de escolher quem receberá sua benção, Miranda dará o pontapé de algumas obras de grande efeito eleitoral: duplicação da Transamazônica, construção de dois viadutos e mais uma ponte sobre o Itacaiúnas. Além da Via Expressa, ligando a Nova Marabá ao Núcleo Pioneiro, margeando o Tocantins.