Encontrado concretado em parede corpo de mulher que estava desaparecida

Publicado em 12 de outubro de 2021

A cena foi como num filme de terror.

A cada martelada na parede recém concretada, os policiais começaram a sentir  sentiram um forte odor.

Em questão de minutos, uma festa se abriu na parede e lá estava o corpo de Joice Maria da Glória Rodrigues (foto), de 25 anos, jovem que se encontrava desaparecida  há 8 dias.

O corpo dela foi encontrado concretado em uma parede de um imóvel, no litoral paulista.

De acordo com os familiares da vítima, ela teria saído para visitar o avô, no bairro Parque Bitaru, na cidade de São Vicente (SP) e em seguida, sumiu sem dar notícias.

Desde então, Joice não foi mais vista por ninguém.

Pessoas próximas tentaram entrar em contato com ela, mas os telefonemas caíam na caixa postal.

A polícia prendeu um pedreiro de 56 anos, que trabalhava onde o corpo da moça foi localizado, após o suspeito confessar ter estrangulado com uma camiseta Joice.

Em um primeiro depoimento à polícia, ele confirmou ter mantido relações sexuais com a desaparecida após usarem drogas juntos, mas que ela teria ido embora do local.

Os agentes não se contentaram com a versão dele e inspecionaram a obra e encontraram uma área recém concretada.

Ao questionar o proprietário do terreno, ele afirmou que não havia iniciado nenhuma obra recentemente.

A parede com o corpo da vítima concretado. (Reprodução\ G1 Santos)

Os agentes quebraram o banheiro do piso recém feito e sentiram um forte odor, proveniente do corpo em decomposição.

O  cadáver foi retirado com o auxílio do Corpo de Bombeiros.

A vítima estava nua e com uma camisa enrolada no pescoço.

O idoso foi preso em flagrante pelo crime de ocultação de cadáver e, um segundo suspeito também foi detido.

Agora os dois permanecem à disposição da Justiça.

Joice Maria da Glória Rodrigues deixou um marido e duas filhas.