Encarando a matilha

Publicado em 2 de outubro de 2007

Os invasores profissionais de terra – contratados para o cumprimento de missões a interesse de terceiros – não estão nada satisfeitos com o relatório do MDA atestando a legalidade do plano de manejo florestal executado numa fazenda da Globe Metais, em Breu Branco. Ontem, no final da tarde, corriam rumores de que eles iriam se insurgir à divulgação do laudo técnico do Ibama certificando a idoneidade do projeto de reflorestamento, o que torna a área imprópria à política de Reforma Agrária do Incra – conforme querem por que querem os foras da lei -, iniciando uma série estratégica de novas invasões da Ouro Verde.

Só que nas imediações da fazenda os “sem-terra” e “sem-tora” tem pela frente parada indigesta: o diretor de Polícia do Interior, Miguel Cunha Filho, linha dura no combate ao crime. Em poucos dias encarando a súcia, o policial, com ajuda da PM, enjaulou mais de 60 marmanjos, autuando-as.

Esse rapaz merece ser olhado com mais atenção dado o altíssimo nível profissional e seriedade com que enfrenta a criminalidade. Se derem amplo apoio a ele, há esperanças, sim, de redução da violência no interior.