Hiroshi Bogéa On line

Empresas em Barcarena são interditadas por armazenamento ilegal de minérios

A Operação Minerioduto,  realizada em Barcarena pelas Secretarias de Estado de Meio Ambiente e Semas, para coibir a prática ilegal de armazenamento de minérios, em especial o manganês, lavrou três autos de infração e interditou  duas empresas.

Também foram apreendidas 5 mil toneladas de manganês, 13.800 toneladas de cobre (em big bag), 168 metros cúbicos de madeira em tora, cinco contêineres de 40 pés e vários equipamentos (bob bat, empilhadeiras e retroescavadeira), avaliados em mais de R$ 2 milhões.

Os autos foram lavrados por utilização de terminal logístico de cargas sem autorização do órgão ambiental competente e pela falta de licença de operação para armazenamento de minérios.

Desenvolvida pela Diretoria de Fiscalização da Semas, a operação teve sua primeira etapa realizada entre os dias 12 e 14 deste mês e uma segunda etapa está em andamento.

Em seu site, a Semas criou um portal específico, para tornar públicos todos os atos administrativos, incluindo licenças, autorizações e a movimentação dos produtos florestais no Estado.

Outro diferencial na relação com a sociedade é o atendimento ao público, toda segunda-feira, das 8 às 14 h, na sede da Secretaria, em Belém – que já ampliou a acessibilidade para pessoas com deficiência –, e nas regionais de Altamira, Itaituba, Marabá, Paragominas, Redenção e Santarém.

A Semas também dispõe de uma Ouvidoria, que faz atendimento online pelo site, das 8 às 17 h, de segunda a sexta-feira.

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *