Empresa com sede em paraíso fiscal pode estar “lavando” dinheiro em Marabá

Publicado em 17 de fevereiro de 2014

 

O poster está terminando de levantar documentos que faltam para trazer ao palco denúncia contra uma empresa que, com sede em paraíso fiscal, pode estar “lavando” dinheiro em Marabá.

No tempo em que atua na cidade, já deu tombo em fornecedores, ludibriou a Previdência Social e acumula dezenas de processos trabalhistas.

Depois do golpe na praça, funcionários da “lavanderia”  buscam formas de receber salários atrasados.

O mesmo ocorre com fornecedores.

O golpe passa de R$ 1 milhão, apenas aplicado em fornecedores – sem somar o rombo na previdência e outras obrigações de CLT.

Esta semana, o blog passa a limpo essa história.