Empate na eleição da Amat: 17 X 17

Publicado em 13 de fevereiro de 2012

 

 

A Associação dos Municípios do Araguaia Tocantins está dividida.

Se a entidade já carregava dificuldades para se reorganizar como organização que um dia já teve forte influência política junto aos poderes da República, agora, dividida literalmente, ninguém ousa prever o futuro da associação.

Terminou agora a votação para escolha da nova diretoria.

Empate em 17 votos.

Os candidatos à presidência Celso Lopes Cardoso (PSD), prefeito de Tucumã, e Hidelfonso de Abreu Araújo (PP), de Abel Figueiredo, bateram chapa numa das disputas mais acirradas da história.

Neste momento, a Assembleia Geral discute  como decidir o desempate

 

————————–

Atualização às 13:45

 

Assembleia Geral da Amat marcou para o dia 17 de fevereiro nova reunião para decidir como desempatar a eleição para escolha da diretoria.  Como o estatuto da associação é omisso em relação ao caso, a decisão prorrogada visa esfriar ânimos e encontrar uma saída jurídica, ou negociada,  para o impasse.