Hiroshi Bogéa On line

Em terras bragantinas

A extensão do berço cultural de uma terra é medida pela ação prática de sua comunidade  na defesa dos costumes e  traços marcantes de sua história.

Quando alguém se preocupa em criar  uma associação para manter vivos os fabricantes de rabecas, ameaçados de extinção, o povo desse lugar é feliz.

Bragança é assim.

Quem conta é o mestre bragantino José Alencar, vivendo as emoções da Marujada.

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *