Hiroshi Bogéa On line

Em seu devido lugar

Agora pela manhã, o poster ouviu chamada da nova grade de programação da Clube-AM Marabá.

Zeca Moreno, o melhor locutor-noticiarista do Sul do Pará, voltará ao seu horário normal de trabalho.

A partir do dia 31 de janeiro, das 8 às 11 horas, seus ouvintes  interagirão de novo com o competente profisisonal de rádio, depois de alguns meses assumindo o posto somente depois das 9 horas, por imposição de uma grade regionalizada centrada em Belém.

Esse tipo de grade baixo custo afasta ouvintes das emissoras do interior. Certo, também, que a grade visa repercutir, ao máximo, o pensamento político do deputado federal Jader Barbalho.

A população, principalmente das classes C e D, adora noticiário e programas de comunicadores, mas apresentados por profisisonais do torrão.

Uma hora a mais para o Nonato Cavalcanti, direto de Belém,  martiriza ouvidos das populações da região.

Uma hora a mais para o Zeca Moreno, eleva audiência e faz a festa dos  ouvintes regionais da Clube.

Post de 

4 Comentários

  1. Anonymous

    21 de janeiro de 2011 - 14:10 - 14:10
    Reply

    O tal do Nonato Cavalcanti joga no ar um monte de asneiras causando uma tortura para quem aguarda o Zeca Moreno entrar no ar.
    Acredito que o tal Nonato so agrada com seu besteirol o povo de Belem e o seu patrao Jader.Sou ouvinte diario do Zeca.

  2. Anonymous

    20 de janeiro de 2011 - 19:46 - 19:46
    Reply

    parabém zeca moreno na nova programação sucesso pra vc!!!!!

  3. Anonymous

    20 de janeiro de 2011 - 16:19 - 16:19
    Reply

    Parabéns ao Zeca Moreno ao povo de Marabá e região,ninguém suportava mais aquele senhor.Obrigada Hiroshi você sempre nos dando boas noticias, um grande abraço.

  4. Felipe Ericeira

    20 de janeiro de 2011 - 15:27 - 15:27
    Reply

    Desenvolvimento Integrado

    Nesta sexta-feira tem início os Seminários Regionais para o Desenvolvimento Integrado que a Famep realizará nas doze regiões de integração de nosso Estado.

    O primeiro deles acontece em Belém, na UFPA.

    Participe!

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *