Em Marabá, Helder anuncia benefícios antes das proibições estabelecidas pela Justiça Eleitoral

À véspera do prazo legal para que ocupantes de cargos públicos possam participar de inaugurações de obras ou anunciar benefícios, Helder Barbalho esteve em Marabá na quarta-feira, 29, assinando ordens de serviços.

Umas das principais ações do governo do Estado foi  assinatura do termo aditivo para ampliação do Hospital Regional do Sudeste do Pará, da ordem de quase R$ 7 milhões para ampliação do número de leitos de UTI e postos de diálise.

Helder garantiu ainda a construção de uma policlínica e de uma unidade do UsiPaz.

Além disso, o governador também assinou o termo para 20 quilômetros de asfalto.

A partir deste sábado, 2, as  autoridades públicas não poderão nomear, contratar ou demitir sem justa causa qualquer servidor público, bem como contratar shows pagos com recursos públicos e pronunciamentos em cadeia de rádio e televisão fora do horário eleitoral gratuito também ficarão proibidos.

Os pré-candidatos também não poderão comparecer a inaugurações de obras públicas.

O dia 20 de julho marcará o início da janela para realização das convenções partidárias, que decidirão os candidatos para as eleições de outubro.

Em 5 de agosto, se encerra o prazo para as convenções das legendas partidárias decidirem os candidatos a presidente e vice-presidente, governador e vice-governador, senador e respectivos suplentes, deputados federal, estadual e distrital.

A partir de sábado, 6 de agosto, as emissoras de rádio e TV ficam proibidas de veicular propaganda política, dar tratamento privilegiado a um candidato, partido ou coligação.

O dia 15 de agosto marcará o limite para os partidos, federações ou coligações partidárias registrarem as candidaturas de seus candidatos.

Já no dia 16, será iniciado o período de propaganda eleitoral. Os candidatos poderão realizar comícios, fazer propagandas em alto-falantes, distribuir material gráfico, fazer passeatas, além de veicular propaganda paga na imprensa impressa e virtual.

No dia 26, a propaganda eleitoral gratuita referentes ao primeiro turno das eleições chegará às emissoras de rádio e TV.