Hiroshi Bogéa On line

Eleição à vista

Na avaliação do governo, Marabá aparece como município onde PT e PMDB encontrarão muitas dificuldades de negociar uma postura de não-agressão a aliança que une as duas legendas no Estado.
Parauapebas, não! Ali há possibilidades de composição.
Quem conta é a jornalista Ana Célia Pinheiro, no Perereca da Vizinha.

Post de 

4 Comentários

  1. Anonymous

    8 de janeiro de 2008 - 13:29 - 13:29
    Reply

    Em Parauapebas a trupe petista tá bem animada. Motivos eles têm, mas nem tanto. Primeiro, o prefeito mostrou poder de reação, há uns 6 meses atrás o homem parecia morto. Segundo, tudo indica que Bel não sairá candidata, pois dizem que sua eleição pra deputada foi bancada pelo prefeito Darci-PT e que em troca eigiu sua ausência do palanque no pleito municipal. Mas quem conhece Darci-PT sabe que o cara não é de eigir nada, o cara é do tipo deixa a vida me levar.
    O que se tem de fato é que a disputa será acirradíssima e que no cenário atual a ex-prefeita ainda leva uma boa vantagem. Nada pra sair por aí de salto alto.

  2. Anonymous

    8 de janeiro de 2008 - 13:06 - 13:06
    Reply

    O Perereca da Vizinha aponta em Parauapebas como possível uma composição PT/PMDB. Acredito ser muito improvável tal entendimento. Simplesmente são as duas forças que de fato disputam o poder local, sem desmerecer os demais postulantes. Mais ainda pelo fato que PT/PMDB no caso funcionam apenas como legenda de aluguel, pois os interesses pessoais de Darci e Bel se sobreporão a qualquer vontade partidária externa à disputa local. Para um como para o outro perder será um duro golpe, no caso de Darci Lermen-PT, um golpe fatal e no caso de Bel Mesquita (ex-Salmen) não disputar será muito mais mortal que uma derrota numa batalha que as melhores armas estarão com o adversário. Qualquer acordo entre PT/PMDB em Parauapebas sinalizará um acordão espúrio e poderá abrir a disputa para qualquer outro aventureiro. Assim, vislumbro que em Parauapebas o pior dos mundos para PT/PMDB será uma composição. Eles não têm opção, terão que se enfrentar. Caso contrário Cláudio Almeida, Valmir da Integral ou até mesmo o desconhecido candidato do PSOL poderão lograr uma inesperada vitória.

    Quem vive na cidade sabe que a cidade quer um nome novo, qualquer descuido de Darci e Bel será muito perigoso para o futuro de ambos.

  3. Hiroshi Bogéa

    7 de janeiro de 2008 - 14:43 - 14:43
    Reply

    Se sobrar, resolva no voto, anonino 11:28 PM.

  4. ricardo aracati

    7 de janeiro de 2008 - 14:28 - 14:28
    Reply

    Prezado hiroshi, e esperar e ver no que vai dar…So espero que nao sobre a parte podre para nos!!!

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *