Educadores cumprem o que haviam anunciado: fazem protesto em frente a casa de Tião Miranda

Conforme o blog divulgou semana passada, manifestantes da área educacional de Marabá “saudaram” a manhã de segunda-feira batendo à porta da casa do prefeito de Marabá.

Literalmente, bateram à porta e gritaram palavras de ordem contra a administração, acusada pelo Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras em Educação Pública do Estado do Pará (Sintepp), de relutar estabelecer uma mesa permanente de negociação com a classe de educadores do município.

 

Professores e professoras da rede municipal  concentradas à porta da casa do prefeito

Expondo cartazes com palavras de ordem e usando um carro de som, a manifestação durou quase toda a manhã.

A Polícia Militar foi acionada e tenta discutir com os manifestantes a desobstrução da porta da casa. Não há informações de que o prefeito esteja no imóvel.

Sintepp anunciou que foi confirmada  audiência de uma comissão da entidade e a administração municipal para o dia 18 de fevereiro sexta-feira.