Educação e Saúde sob suspeita em Santana

Publicado em 13 de novembro de 2014

Perseguição política. É esta a explicação do prefeito de Santana do Araguaia, Eduardo Alves Conti (PMDB), o Eduardo da Machado, para a batida que agentes da Polícia Federal fizeram ontem, 12, nas secretarias de Saúde e Educação. Foram recolhidos contratos de licitação, notas com ordem de pagamento da prefeitura e computadores. A PF apura denúncias de licitações fraudulentas e desvio de dinheiro público, as quais teriam sido feitas pelo vice-prefeito José Rodrigues de Miranda (PMDB), o Zé do Quinca, e pela vereadora Maria Aparecida Soares (PRP).

Eduardo da Machado diz que nada tem a temer quanto as acusações de fraude e afirma que está à disposição da Justiça para qualquer esclarecimento.