E depois, fritar um ovo…

Publicado em 7 de fevereiro de 2010

Celso Viáfora, na belíssima “A gente quase não se vê”, faz uma trilha introspectiva realçando saudade e solidão.

Um belo clássico desse excelente compositor.