Hiroshi Bogéa On line

Duda Mendonça ameaça deixar campanha

 

 

Na reunião com o PIB de Marabá, terminada antes do meio-dia desta quinta-feira, 27, Duda Mendonça mandou ver:  disse que espera até segunda-feira próxima o pagamento da quota parte do município do contrato global de R$ 8 milhões para o marketing Pró-Estado de Carajás/Tapajós. Se o valor de R$ 2,4 milhões não estiver em sua conta,  sob responsabilidade de arrecadação por Marabá, o publicitário disse que cai fora da campanha.

A Frente Pró Estado de Tapajós já quitou sua participação.

Para efeito de arrecadação, organizadores do movimento divisionista elegeram os municípios de Redenção, Parauapebas e Marabá – além de Santarém, para conseguir a bufunfa.

Nem bem Duda Mendonça deixou a reunião, pegando avião particular que o aguardava no aeroporto, lavou-se roupa suja, internamente, entre membros do Pró-Carajás.

Post de 

23 Comentários

  1. Hiroshi Bogéa

    30 de outubro de 2011 - 15:17 - 15:17
    Reply

    Pablo Calixto, fui lá e vi, parceiro. Faz parte dessa guerra divisionista. Os caras estão aí atiçando de acordo com seus interesses, sem se preocupar em informar à população com honestidade. O blog está acima disso, tenha certeza. O que nos interessa é levar a voces a notícia corretemente, o resto é latido. E berro! Agradeço. Abs

  2. Funcionária pública preocupada

    30 de outubro de 2011 - 05:25 - 5:25
    Reply

    Espero que o valor não saia do meu 13º , com tanta divida de onde vai sair esse dinheiro, e não me digam que vcs acreditam que vai sair do bolso dos empresarios…. eu não voto mais a favor da divisão, perderam 3 votos aqui na minha casa e inclusive outros de meus familiares .
    O duda mendonça só vem pra provar o poder da mídia para alienar, e pra quem não sabe a campanha que ele fez na Bahia não surtiu efeito em nada, observem se ele não vai só mudar os nomes e utilizar o mesmo discurso de lá.

  3. Edson

    29 de outubro de 2011 - 10:15 - 10:15
    Reply

    Vejo tanta gente falando em cinco milhões, que sumil, como pode sumir uma coisa que nun ca existil?, caso os desavisados queiram saber, esse dinheiro e apenas uma promessa que teve em uma reunião dos empresarios de Marabá, que nunca saiu do papel. Por isso preste atenção no que falam, e muita baboseira, vamos criar esse estado, e acabar com esse maurucinhos da capital, pois ele deveriam ficar com vergonha de se aproveitarem do nosso suor, para terem de tudo na capital do estado (Belém), e nos ficamos com a fama de invasores

  4. Rosangela

    28 de outubro de 2011 - 16:13 - 16:13
    Reply

    Discordo de Vc “Anonimo”, com relação a financiamento público de campanhas, acho que toda arrecadação feita a nivel Federal, Estadual e Municipal , deve ser empregada em prol da SAUDE, EDUCAÇÃO, INFRAESTRUTURA, INVESTIMENTO NA CIENCIA, EM NOAS TECNOLIGIAS PARA O DESENVOLVIMENTO NA PRODUÇÃO DE ALIMENTOS . São impostos que o povo paga e que deve voltar para o povo em forma de beneficios. Quem quer ser candidato a algum “emprego” politico tem que ter caixa e coragem pra isso. e não devemos de forma alguma fazer politica com dinheiro publico. sou até contra a reeleição, pois geralmente quem se reelege na realidade tem a maquina do governo a seu favor, e isso não é justo.

  5. Anônimo

    28 de outubro de 2011 - 15:57 - 15:57
    Reply

    Prof Alan, e as campanhas políticas são feitas como? Por que um vereador investe R$ 500.000,00 em uma campanha para receber salário de R$ 5.000,00? Por que a Dilma gastaria 157 milhões de reais em uma campanha para receber salário de vinte e poucos mil reais? Por que as empresas doam tanto? Por que geralmente as empresas que mais doaram são as que mais são beneficiadas em obras e licitações? A vida é assim, infelizmente. Isso só vai mudar quando existirem menos partidos e houver um financiamento público de campanha. E sem caixa 2, lógico.

  6. Luis Sergio Anders Cavalcante

    28 de outubro de 2011 - 15:34 - 15:34
    Reply

    Ô “Marabaense nato” às 14:37 hs., te garanto que na minha conta é que não está (os 5 milhões). Ora, alguem foi mais esperto que os demais e passou a mão. Queremos nomes. Tá havendo furto entre eles que arrecadaram a grana, imaginem os senhores, quando se tratar do cofre do futuro estado, hein ? Em 28.10.11, Marabá-PA.

  7. Marabaense nato quer saber

    28 de outubro de 2011 - 14:37 - 14:37
    Reply

    … Sim, e os CINCO MILHÕES, por onde andam?????

  8. Leonardo Garavelo

    28 de outubro de 2011 - 13:12 - 13:12
    Reply

    Rosangela,
    Você foi muito feliz em sua colocação quanto a importância de contribuir para a campanha, segundo dados levantados precisamos apenas de 7 % de SIM onde hoje existe NÃO, a massificação da campanha e necessária neste momento, porem tem muita gente que diz SIM e acha que somente seu voto vai resolver tudo e se esquece que e uma briga de Davi e Golias, e somos o Davi precisando muito que nossa pontaria seja certeira, mais para isso precisamos da doação não somente do voto de nossa região, precisamos demonstrar ao povo do novo Pará que eles iram se beneficiar e muito com a divisão e isso acontecerá se unirmos todos a classe empresarial, e quem mais possa contribuir para frente parlamentar. Não se ganha uma guerra sem munição e neste caso e a doação, eu já fiz a minha então não estou aqui apenas dando minha opinião, tem muita gente achando que somente opinião vai resolver. Vamos nos unir para um bem maior meus caros tem muita gente seria dando tudo de si e mais um pouco pela causa…vamos fazer nossa parte.

  9. Luciana

    28 de outubro de 2011 - 12:46 - 12:46
    Reply

    Caro “Olho Vivo”,
    Vc se aproveita de um jornalista sério como Hiroshi p/ despejar calúnias e difamações contra a criação de Carajás e Tapajós. Os apicultures que realmente trabalham em Pau darco, num projeto que deu certo, implantado pelo Sindicato Rural que atende as cidades de Redenção, Pau Darco, Cumarú e Bannach (na época LG era presidente, inclusive por 2 mandatos), na gestão do prefeito de Pau Darco na época, Mariosval (PDT), é um exemplo de sucesso, pois hoje os apicultores deste projeto não estão dando conta de atender a demanda pelo melhor mel do Pará. Luciano Guedes tem seu trabalho reconhecido pela sua incansável luta pelo bem comum do Estado do Pará, onde como vice presidente da FAEPA (Federação de Agricultura e Pecuária do Pará), presidente da AMAT (Associação dos municípios do Araguaia-Tocantins, os quais fazem parte do nosso Estado do Carajás) e atual prefeito de Pau Darco. Vc deveria pensar em começar a fazer alguma coisa de útil pelo seu município e seu Estado. Quem não tem nada de bom a dizer sobre sí mesmo é quem mais critica o sucesso dos outros. Sobre as calúnias que diz sobre a frente Pró carajás, procure os meios legais p/ fazer estas acusações e de forma transparente e quem sabe alguém lhe dê credibilidade. Por isso eu digo SIM E SIM , p/ este tipo de gente como vc. Vote SIM 77.

  10. Pablo Calixto

    28 de outubro de 2011 - 12:32 - 12:32
    Reply

    Agora eles vêem que é mais fácil administrar cabeças de gado do que mexer com política… tsc, tsc

  11. Rosangela

    28 de outubro de 2011 - 11:45 - 11:45
    Reply

    Sabe Amigo Hiroshi vejo que a criação do nosso querido estado do Carajás esta mais proximo do que imaginamos , pois estamos incomodando tanta gente, é nestas horas que vejo que precisamos realmente de um novo estado. Tanta gente curiosa do “NÃO” querendo sabre quanto as comissões ja arrecadaram, quanto já gastaram . é muito simples, quem tem a prestação de conta são os doadores. e pessoas que estão trabalhando em prol do desenvolvimento e criação do nosso estado, como sempre disse façam doação e vcs terão direito a saber todo trabalho que vem sendo feito. venha trabalhar em prol do CARAJÁS DO TAPAJÓS E NOVO PARÁ . SE É BOM PRA TODOS AMOS DIZER SIM SIM SIM SIM SIM SIM SIM SIM.

  12. Rosangela

    28 de outubro de 2011 - 11:37 - 11:37
    Reply

    Sugiro também caro amigo Hiroshi que também se abra o perfil do “olho vivo”, que se esconde atrás de um pseudonome, sem a coragem e dignidade de dar a cara e postar mentiras sobre qualquer pessoa que seja. Sr. “olho Vivo Podre” mostre sua cara. seus olhos vivos e peça vc mesmo via justiça qualquer prestação de conta da vida de qualquer cidadão de bem deste País. E com referencia aos frutos podres que caem sozinho acho que o sr. já se enquadrou neste perfil.

  13. olho vivo

    28 de outubro de 2011 - 10:21 - 10:21
    Reply

    prezado hiroshi, seu blog tem um papel esclarecedor, exija desse movimento esplicaçoes sobre a denuncia postada por vc…seus seguidores ficam a esperam de novidades desvio de 5 milhoes e muito grave….abcs

  14. olho vivo

    28 de outubro de 2011 - 10:19 - 10:19
    Reply

    e nao se jogam pedra em fruto podres eles caem sozinho…

  15. olho vivo

    28 de outubro de 2011 - 10:18 - 10:18
    Reply

    luciana , vc errou corrija seu texto lider morto de incopetencia moralmente a cidade nem mel mais fabrica, o porque o senhor prefeito nao sabia o que fazia e foi assumir uma briga sem competencia, sera se os 5 milhoes que estao falando que sumiu, nao estao voando por alguma fazenda em pau dárco, fique esperta assessora, sei que vc ganha pra defender o indefensavel mais e assim mesmo tem gente sem que lucra com a desgraças dos outros, o que cai bem a vc….

  16. Prof. Alan

    28 de outubro de 2011 - 10:02 - 10:02
    Reply

    Agora me diga, Hiroshi, quem investe 8 milhões em algo (e é só a conta da publicidade…) sem esperar retorno, neste país? Ainda mais sendo um movimento político?

    E quem ainda tem a ilusão de que os maus políticos e os sugadores do Erário ficarão todos no “velho” Pará, e que Carajás nascerá livre dessa praga? Quem ainda acha que em Carajás será tudo diferente?

  17. Chagas Filho

    28 de outubro de 2011 - 08:38 - 8:38
    Reply

    Eu sou filho de Marabá e sempre vivi aqui (muito provavelmente morrerei aqui também, salvo um desastre de avião rsrsrs). Mas sou contra a divisão do Estado.
    Eu tinha muitas dúvidas, até o dia em que assisti a uma palestra na Câmara Municipal de Marabá, onde o “líder nato” Luciano Guedes deu a seguinte declaração: “O direito de propriedade tem que estar acima de qualquer outro direito”.
    Quando eu ouvi essa frase, pensei: é esse tipo de gente que vai governar o Carajás!
    Quero não!

  18. Radialista

    28 de outubro de 2011 - 08:05 - 8:05
    Reply

    Ouvimos tanto dizer que o MC Duda, estava fazento tudo de graça.

  19. Luciana

    28 de outubro de 2011 - 02:08 - 2:08
    Reply

    Só se jogam pedras em árvores que dão frutos. Fico impressionada em como é grande a inveja, o ciúme dos infelizes de ficam na sombra (nem se identificam) e que vivem na inércia têm do trabalho e empenho de um “prefeitozinho”, de uma cidadezinha tão pequena que está dando o exemplo de que “ser grande” não quer dizer nada. Luciano Guedes é um “líder nato”, raridade nos dias de hoje. Precisamos de gente como ele. Esse pessoal está é precisando calçar as “sandálias da humildade” e trabalhar, “caçar serviço” como dizem.

  20. Ribamar

    28 de outubro de 2011 - 01:01 - 1:01
    Reply

    É pra isso que querem Carajás!!

    55 neles!

  21. olho vivo

    27 de outubro de 2011 - 22:36 - 22:36
    Reply

    sinceramente, cada dia que passo me convenço de que essa liderança do IPEC, so faz besteira, duda mendonça pode ate ser bom, mais melhor do que ele e um trabalho de inclusao dos movimentos que apoia o carajás do sul do pará como a comissao brandão , comite carajás, e tantos outros grupos que estao excluidos do processo pela infeliz e incopetente liderança de Luciano Guedes, que nao agrega ninguem ao contrario, ele acha que e super inteligente e o movimento do carajás esta indo pra traz, e preciso urgente uma intevençao de gente seria, XO LUCIANO GUEDES , va pra pau dárco um municipio que tem 120 domicilios voce deu conta de resolver vai conseguir ajudar o sul do pará, teu negocio e outro…estamos de olho vivo…

  22. Pedro Paulo.

    27 de outubro de 2011 - 21:28 - 21:28
    Reply

    Mas não era o Duda Mendonça que ia fazer a campanha por amor a causa?
    Enquanto isso pessoal do Não só queria uma parcela dessa pra fazer toda a campanha. Quanta diferença!

  23. Leonardo Garavelo

    27 de outubro de 2011 - 19:18 - 19:18
    Reply

    Sem duvida fica comprovado que e mais fácil a criação do estado de Tapajós que Carajás, a mobilização em torno do assunto fica cada vez mais distante, como já dizia meu avô “a parte mais sensível no Homem e o bolso” e fica evidente isso neste momento, é continuando usando outra metáfora “cachorro que tem dois donos morre de fome”.
    Antes de ser otimista temos que ser realista meu voto e SIM, porem sendo realista “a coisa esta feia” e o tempo esta passando.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *