Hiroshi Bogéa On line

Duda faz esforços para sacudir divisionistas

 

 

Em dois dias,  Duda Mendonça fez um périplo por Redenção, Parauapebas e  Marabá.

Nos três municípios, o papo foi igual.

Na quinta-feira, 6, reuniu-se em Marabá com a cúpula da Frente Pró-Carajás. Objetivo:  chacoalhar a galera com palavras motivacionais

A revigorada mexida nos brios dos emancipacionistas,  procede.

Está faltando gás para tocar a campanha em seu complexo universo, que envolve seguidas pesquisas quanti e quali, visualização pública da campanha pelo Sim, além da mobilização popular, inexistente, até agora.

Percebe-se que até nas redes sociais a volúpia  da arancada inicial,  arrefeceu.

A falta de gás, no entanto, é o que mais preocupa. Afinal, para uma campanha calculada em torno de R$ 10 milhões, há indícios de que nem 15% desse valor tenha entrado, até agora,  nos cofres da Frente.

Duda Mendonça estava acompanhado de Luciano Guedes e Marcelo Queiroz, primo do deputado Giovanni Queiroz (PDT).

Post de 

13 Comentários

  1. Alan Souza

    10 de outubro de 2011 - 09:59 - 9:59
    Reply

    Eu fico impressionado como a Karla Maues não consegue, de jeito nenhum, distinguir dinheiro público de recurso privado, e insiste em dizer que a campanha separatista (recurso privado) vai fazer falta pra escolas e pavimentação de rodovias (dinheiro público).

    A seguir o raciocínio dela, qualquer cerveja que eu tome é desperdício…

  2. Alberto Lima

    9 de outubro de 2011 - 22:15 - 22:15
    Reply

    Spam
    outubro 7th, 2011 at 19:08
    Vem cá Hiroshi, a Spam só deseja Feliz Círio para os paraenses. E eu, que vim do Maranhão, nada?

    resposta:

    Pronto Span!! Feliz Círio pra vc que veio da terra aonde o babaçu abunda!!

    e cuidado com um certo Jose de Ribamar que anda pelo Amapá!

  3. Povo sem motivação

    9 de outubro de 2011 - 09:54 - 9:54
    Reply

    Meu caro poster, até agora não vi campanha alguma em torno do Estado do Carajás, e sim, somente “capa” do Duda Mendonça, que so faz campanha no alto clero, até parece que eles conseguem aprovar o Estado do Carajás, sem a ajuda popular. Esse movimento do Carajás parece mais um movimento burguês do que popular.
    O Dudinha está trabalhando que so um condenado, e ainda, de graça, totalmente grátis. Mas, tem que pagar as produções. Ha, hahahahaha.
    Parece a historia que você chega na ótica, e lá tudo é gratis, exame, óculos, mas tem um porém, você so paga a porchete para guarda os óculos. O Dudinha é que está se dando bem no “Carajás”. Fazendo só capa. E nada da campanha chegar as massas. É isso ai, santo de casa não faz milagres.

  4. Karla, A Spam

    8 de outubro de 2011 - 16:56 - 16:56
    Reply

    Viste, Hiroshi. A Spam, aquela que mete a paxiba nos costados dos estrangeiros que querem se dar bem na criação de Carajás, deu Feliz Círio só pros paraenses. Esse Orly Bezerra.. Inteligente que ele só, criou essa personagem. Gozado que o Manuel Dutra, tem um blog muito prestigiado, lá de Santarém, conhece uma Maués como a Karla, de uma família de origem judaica sefardita, que junto aos Bemerguis, Ohana, Boim exploraram até a extinção, as madeiras como o pau rosa, pra tirar a essência. Sei não, precisa ser melhor contado essa história dos estrangeiros que querem se dar bem, como pregou a Spam.

  5. Paulo Pereira

    8 de outubro de 2011 - 12:57 - 12:57
    Reply

    Caro Hiroshi.

    O barco da emancipação de Carajás está fazendo água há muito tempo, adernando sob o peso das vaidades e do personalismo exagerado.Falta pulso forte para assumir o comando do barco e as lideranças são frágeis e submissas aos caciques do Estado do Pará.Disse e repito, quem dera termos uma liderança com densidade regional como o Tocantins teve em Siqueira Campos, com respito a acatamento do Planalto.Nada disso temos e sim um bando de bocas famintas de poder e glória querendo abocanhar, pelo menos, os restos do banquete.

  6. A Força do SIM...

    8 de outubro de 2011 - 10:58 - 10:58
    Reply

    Spam
    outubro 7th, 2011 at 19:08

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk…pra vc do Maranhão sobrou o CRAMA (Centro de Recuperação Agrícola do Maranhão) kkkkkkkkkkk, segundo ela, karla.

  7. Claudio Pinheiro Filho

    8 de outubro de 2011 - 09:59 - 9:59
    Reply

    O problema, Karla, é que o governo do estado por diversas vezes teve essa oportunidade, mas não o fez. O pior é que não vemos em um futuro próximo uma mudança nessa realidade.
    Nós emancipacionistas, vemos no desmembramento, talvez, o único meio de desenvolvimento para essa região. A realidade aqui é outra. O problema é que se pregou em Belém, que Marabá é uma região rica, onde investimentos dão resultado imediato. Agora, pergunte a quem vem investir aqui. Notem quantos hospitais de pronto atendimento e internação privados existem aqui. Questionem.
    A população belenense não conhece em nada nossa realidade. É alheia aos acontecimentos ao Sul do Pará.
    O desmembramento é a única solução político-administrativa para nossa região.
    Carajás!!

  8. Spam

    7 de outubro de 2011 - 19:08 - 19:08
    Reply

    Vem cá Hiroshi, a Spam só deseja Feliz Círio para os paraenses. E eu, que vim do Maranhão, nada?

  9. Spam

    7 de outubro de 2011 - 19:07 - 19:07
    Reply

    Se viu, a Spam alertou gregos e troianos para o problema da emancipação. Que sabedoria, que visão longe tem essa mulher. Fiquem com Deus, disse ela. Nós quem, os do SIM ou os do NÂO. Tem que dizer. Outro dia ela lascou o pau nos estrangeiuros dizendo que eles estavam querendo era se dar bem. Agora, oque é? Feliz Círio.
    Sei não..

  10. Karla Maues

    7 de outubro de 2011 - 14:17 - 14:17
    Reply

    Depois nao digam que ninguem falou nada!
    Eu estou dizendo mais uma vez, que esses dez milhões que vão ser gastos nesse plebiscito iam ajudar um bocado as escolas la de Goianésia , Mãe do Rio, Pau D’ arco e outros. Oh reforma pai d’égua!
    Dez milhoes ajudariam e muito pelo menos 10 municipios do Sul do Pará; Os 200 mil que serão cobrados por cada pesquisa, deveriam ser revertidos em abonos para os professores e medicos da região; Que tal heim!?
    É por causa de todo esse disperdicio que estamos aqui agora chorando pra pavimentarem a BR 163 , e nao tem recurso, etc…etc…etc..
    Fiquem com Deus!
    E bom Círio aos paraenses!.

  11. Clayton

    7 de outubro de 2011 - 13:58 - 13:58
    Reply

    Hiro, o NAO tem o estado e a Vale bancando. Já nos cofres do SIM, o dinheiro gerido pela IPEC sumiu. Daí , a mudança de comando. Acho que o Salame pegou uma batata quente. E pra piorar, a ciumeira política de alguns , atrapalham ainda mais. Ninguém quis assumir a tesouraria. Ouvi rumores de que o dinheiro arrecadado no começo, virou boiada. Acho que o deputado Salame terá dificuldades em conduzir esse pleito. Saudações marxistas

  12. mineirinho

    7 de outubro de 2011 - 11:19 - 11:19
    Reply

    Queira Deus pro bem de todos nós que mesmo não sendo natos desta região temos amor e profundo desejo de vermos a mesma se tornar uma região com melhores condições de vida pra todos nós, nossos filhos e gerações futuras que esta campanha deslanche e vá pra frente porque do jeito que está indo as coisas não vejo que este nosso estado saia do papel e do sonho de todos nós.

  13. Anônimo

    7 de outubro de 2011 - 10:14 - 10:14
    Reply

    Por aqui Zenaldo e Sabino tocam firmes mesmo sem tanta pompa .Táxis e carros com NÃO E NÃO,musica tema nas aparelhagens e shows,na Doca também se toca muito á noite.A camisa vermelha com a faixa branca voltou a ser muito usada .Vejo de longe um bom embalo.Até dezembro pode mudar,mas…

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *