Doutor Luquine

Publicado em 2 de julho de 2007

Decisão da Justiça Federal em Brasília para o governo abrir os arquivos da guerrilha do Araguaia deve estar deixando o prefeito de Curionópolis, Sebastião Curo (DEM) preocupado. Se os documentos não foram destruídos, há possibilidade de se encontrar entre o acervo rastro da tropa de execução do então Major Luquine, verdadeiro nome de Curió que teria como subordinados os assustadores “Doutor Magno” , “Major Alexandre” e Félix, os dois últimos, por sinal, auxiliares do atual prefeito de Curionópolis no garimpo de Serra Pelada, como presidente e vice da Cooperativa Mista de Garimpeiros de SP.
Depoimentos apanhados por instituições independentes dão conta de que “Doutor Magno” sentia prazer mórbido em contar que apostava com outro carcereiro quantos pedaços ia dar o corpo de determinado prisioneiro executado. As impressões digitais eram as primeiras partes a serem cortadas.