Domando a febre alta

Publicado em 6 de novembro de 2007

Ao contrário do que ocorre em Anajás, Ilha do Marajó, onde as ações de saúde não conseguem reduzir os elevados números de casos de malária -, os moradores das ilhas do Lago de Tucuruí (PA) estão se livrando da doença. Ou pelo menos constatando menos pessoas afetadas pela febre transmitida por mosquitos.
Em relação ao inicio do ano, os casos de malária registrados estão dentro dos níveis aceitáveis, revelam velhos amigos do poster -, residentes no lago. O controle da doença, segundo eles, vem sendo feito desde junho pelos agentes de saúde da 11ª Regional de Proteção Social.