Hiroshi Bogéa On line

Dois pesos, duas medidas?

 

O presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, acaba de tomar mais uma decisão polêmica; ele, que construiu a imagem de agente implacável contra a corrupção, na condução da Ação Penal 470, determinou que o Tribunal de Justiça de São Paulo volte a pagar os subsídios do desembargador Arthur del Guércio Filho; ele foi afastado quando investigações da Polícia Federal apontaram que ele pedia favores financeiros aos advogados das causas que tramitavam no tribunal; pedidos de propina eram feitos até por SMS.

Para que não fique qualquer dúvida no posto acima, basta ler AQUI o despacho de JB.

Post de 

3 Comentários

  1. E. Silva

    16 de dezembro de 2013 - 16:54 - 16:54
    Reply

    É devido a esse pensamento seu (hiroshi) que nunca nesse município será desenvolvido a área turística de nosso município. Quando a secretaria de turismo atual é chamada a belém vcs não sabem a vergonha/aperto que a mesma passa para explicar o porque o gestor atual se quer contratou pelo menos um bacharel em turismo, já que tem esse recurso. Só isso já se constata que tem algo errado (pois esse recurso se realmente existiu ou existi, está apenas no papel e não sendo gasto de forma o que esta escrito). Outra coisa que chama atenção é que o blog não está atentando para as vários segmentos que envolvem o turismo. Por exemplo: o de negócios, que se ver na expansão de nossa rede hoteleira nos últimos 5 anos (Golden Ville, Hotel São bento (ja em ampliação), outro em fase de acabamento em frente a torre da RBA, Hotel Tauari, Hotel Portinari, hotel do Shopping em construção, outro perto da Grafil). Outro segmento está na área de transporte. Percebemos significativamente o aumento da oferta de voos para a nossa cidade, isso tem que se levado em consideração. Nos outros segmentos é claro, precisamos melhorar nossas atratividades e qualidade nos serviços oferecidos para que possamos gerar fluxo turístico. O MM criou a SMTUR com muita coragem, porém a finalidade da criação foi desviado o foco para a SMTUR.

  2. Ptolomeu Cravo

    16 de dezembro de 2013 - 09:50 - 9:50
    Reply

    Hiro,

    Veja só. Falam tanto em fomentar o turismo em nosso município, mas a dotação orçamentária para essa pasta em 2014 não representa 0,1%(um décimo por cento) do valor total do orçamento. Segundo a proposta orçamentária enviada ao Legislativo local, para a Secretaria Municipal de Turismo são destinados recursos de apenas R$ 645 mil, bem menos que os R$ 1.890.000,00 destinados ao Fundo Municipal de Defesa da Criança e do Adolescente (FMDCA). Até quando a SEcretaria Municipal de Tursimo vai continuar sendo o “patinho feio” da Administração Municipal?

    • Hiroshi Bogéa

      16 de dezembro de 2013 - 10:12 - 10:12
      Reply

      Ptolomeu, particularmente, considero R$ 645 mil muito dinheiro para uma pasta que não tem demanda. Marabá não tem vocação turística, esqueçam isso. Sazonalmente, há movimento de banhistas na praia, e só. A própria secretaria de Turismo, merecia ser transformada num departamento de alguma secretaria.Ficaria de bom tamanho. E os quase R$ 2 milhões para o FMDCA, é pouco. A prefeitura precisa cuidar mais das crianças em situação de risco. No dia em que a cidade deixar de ter crianças perambulando pelas suas ruas, ficará mais fácil pensar em fomentar o “turismo” no município.

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *