Hiroshi Bogéa On line

Dois personagens políticos que se unem a favor do futuro seguro de Macapá, Clécio e Alcolumbre

O Blog Hiroshi Bogéa On Line  esteve conversando com jornalistas e analistas políticos de Macapá sobre o ambiente eleitoral neste ano muito político.

O assunto na capital amaparense é a aliança entre o atual Prefeito, Clécio Luís, com o Senador Suplente, Josiel Alcolumbre, que vem a ser o irmão do Presidente do Congresso Nacional – Davi Alcolumbre (DEM).

Depois de muitas conversas e leituras de mídias locais, pode-se dizer que o clima é de final de gestão bem avaliada do prefeito Clécio, que passa a ser o grande mobilizador das intenções de voto para novembro.

Clécio assumiu o governo acabando com a mesmice anterior de prefeiros que só se preocuoavam em pagar o salário de servidores em dia fazer a limpeza da cidade algumas praças e pavimentação de ruas.

Transformou Macapá com obras estruturantes e abrindo a cidade para receber um verdadeiro futuro de desenvolvimento.

Clécio Luís é da REDE , mas dialoga com todos os setores sociais e políticos, constituindo-se numa das novas estrelas da política brasileira.

Nascido na antiga “Baixa da Santa Maria”, as margens do maior rio do mundo – talvez venha daí a sua grandeza -, Clécio Luís Vieira percorreu em pouco tempo um caminho de vitórias, embora recheado de muitas dificuldades.

Sua vida como homem público foi o seu maior desafio, sendo essas dificuldades o selo de garantia para tornar-se o melhor prefeito de Macapá, conforme avaliam  interlocutores.

Se não o melhor, mas com toda segurança, figura entre os três melhores de toda a história política da capital amapaense, mesmo para os que não simpatizam muito com o prefeito atual.

Empático, Clécio foge a todos os tipos de estereótipos.

É uma dessas pessoas tipo surpresa boa, saca?.

E foi com esse carisma pai d’égua e muita vontade de acertar que ele surpreendeu de forma positiva todo o Amapá.

No fundo, Clécio nunca se prendeu a grupos, nem aos de sempre, muito menos aos antigos.

Construiu uma alternativa que vem dando certo, gera confiança, cria benefícios, motiva o que é novo para a política e para a cidade.

Clécio é exatamente aquilo que dizem os mais entendidos no assunto, a terceira via da política, oferecendo alternativa aos que estão desencantados ou cansados dos mesmos.

E nessa terceira via tem muito mais gente do que a vã filosofia possa imaginar.

O senador Davi Alcolumbre e o seu irmão suplente Josiel, além de várias outras lideranças novas, também representam essa coisa boa na política do Amapá.

O que chamam de vento leve e bom soprando sobre a política da cidade, trazendo ares de modernidade para a gestão, permitindo a renovação da esperança de um amanhã mais feliz para todos os moradores da capital.

De uns tempos cá, é bem verdade que Macapá ficou mais bonita, mais alegre, mais florida, tipo essas cidades vaidosas que deixam na boca da gente um gostinho de quero mais.

 

E é isso que o amapaense deseja, o que seus moradores querem mais.

E quando Josiel diz que quer ser o melhor prefeito de Macapá, melhor inclusive que o próprio Clécio, no fundo ele quer uma cidade mais feliz do que ela já é.

Segundo  amigos jornalistas de Macapá ouvidos pelo blogueiro, “ não se vê em Josiel nem um ar de arrogância, de vaidade política, de prepotência, muito pelo contrário, enxerga-se nas atitudes dele um grito de amor a Macapá, um ato de compromisso com a cidade e seus moradores” conforme palavras de um colega ouvido pelo celular.

Ora, numa disputa saudável como essa só quem ganha é a cidade, sua população, principalmente os mais pobres.

 

Vale dizer que ainda faltam coisas pra fazer?

Vale sim, claro.

Macapá tem mais de meio milhão de habitantes.

Gente nascida na própria cidade,  gente que foi pra lá trabalhar, batalhar o pão de cada dia, que foi passear, provou do açaí e lá ficou.

Gente que foi em busca de oportunidades, gente que criou oportunidades, gente que cresceu junto com a cidade nos últimos oito anos.

Isso ninguém pode negar.

Macapá é terra boa de viver e crescer. E talvez, justamente por acreditarem no potencial da cidade, Clécio e Josiel tenham ficado tão próximos, tão afinados.

Mas para consolidar esse caminho que Macapá vem pavimentando, é preciso haver uma sequência de bons governos, sem interrupção dos avanços e modernidade que vem ocorrendo.

“Precisamos manter esse ritmo, consolidar todas as conquistas alcançadas e ampliar os benefícios para os que ainda esperam. Embora Clécio tenha feito um governo muito bem avaliado por todos os setores da sociedade, é evidente que os problemas históricos de Macapá precisam continuar sendo enfrentados com seriedade, responsabilidade, união, criatividade e enorme sensibilidade social e, acima de tudo, amor no coração” diz ainda o amigo jornalista com quem conversei demoradamente.

A  preocupação da população é de que o município não volte a velhos formatos de governos, aos discursos vazios, nem apostar em aventuras, em salvadores da pátria, nem mesmo nos que se dizem fora da política, ou naqueles que dizem possuir fórmulas mágicas para romper com tudo.

Pelo que se ouve de jornalistas e analistas do processo eleitoral amapaense, está repercutindo favoravelmente discurso de Josiel dizendo que quer ser melhor que o melhor.

Além de reconhecer no antecessor um Prefeito de alta qualidade, se impõe um desafio, o de se obrigar a trabalhar muito mais, a melhorar as obras, os serviços, as contas da prefeitura, fazer Macapá cada vez melhor que o melhor.

Na foto, Josiel Alcolumbre e Clécio.

Post de 

3 Comentários

  1. Nivia Santos

    31 de julho de 2020 - 09:49 - 9:49
    Reply

    O prefeito Clécio Luiz tem sim sido um bom governante nesse estado . Está de parabéns . Apesar de todas as dificuldades. Quando Josiel fala em ser melhor. Esperamos que seja mesmo. Nossa sociedade agradece.

  2. Mara Menescal

    30 de julho de 2020 - 21:13 - 21:13
    Reply

    De certo que o Prefeito Clécio Luís veio para mostrar que sabe administra e fazer pelo nosso povo o que veio fazer.

  3. Egil silva cordeiro

    30 de julho de 2020 - 20:57 - 20:57
    Reply

    O cara coloca o irmão como suplente, agora quer se reeleger presidente do Senado fora dos normativos, não dá

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *