Hiroshi Bogéa On line

Dois bicudos

Ademir Martins, coordenador regional da Democracia Socialista, ligada a Ana Julia, agora à frente de uma diretoria da Secretaria de Integração Regional, tem sinalizado nas entrevistas à imprensa local de que o PT deverá ter candidatura própria em 2008, logicamente desde que o nome não seja o da deputada estadual Bernadete ten Caten (PT), com quem ele disputa o controle do partido.
Por seu turno, nos próximos dois anos, Bernadete tentará se projetar no exercício de seu mandato com intuito de se fortalecer politicamente para viabilizar sua candidatura dentro e fora do PT. Estrategista, ela sabe que o apoio do governo abastece de sustança qualquer nome, principalmente num município onde o empresariado se mantém à distância do processo sempre que sente a mão do Estado abençoando algum preferido.
Se o partido decidir pelo lançamento de candidatura própria, eleitoralmente o nome de Bernadete é o que se mostra mais vigoroso. Na eleição para a Assembléia Legislativa, a ex-superintendente do Incra no Sul do Pará foi a mais votada do PT no estado, superando 38 mil votos.
Ademir Martins, paralelamente, tentará ocupar espaços num governo majoritariamente gerenciado pela DS, tentando emplacar ações de caráter social que o projetem como pessoa realizadora e capaz de administrar o município. Afora esses movimentos, ele conta com o apoio e estímulo de muita gente forte da atual gestão.

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *