Doidivana Elka ataca de novo

 

 

Vereadora Ismaelka Queiroz (PTB), denunciada pelo blog por atos de desvio de conduta e afastada  alguns meses do cargo por decisão da Justiça e da própria Câmara Municipal, numa pena bastanta branda, acaba de ser descoberta literalmente desnuda. A moçoila  falsificou grosseiramente documentos para tentar provar que era inocente das acusações impostas a ela.

Trocando em miúdos: a distinta vereadora  oferece bem mais perigo do que  insinuam seus sedutores olhos verdes.

A reação da promotora Mayanna Silva de Souza Queiroz, que não tem nenhum parentesco com a estouvada parlamentar, foi de perplexidade e  firmeza: acionou Medida Cautelar Incidental pedindo de novo à Justiça o afastamento   imediato de Elka do cargo de vereadora,  bem como sugere abertura de CPI para a Câmara Municipal apurar a grave descoberta.

Correio do Tocantins publica ampla matéria sobre mais esse tresloucado ato da parlamentar petebista.