Do alto, o belo e o feio

Publicado em 7 de junho de 2008

Tantas praias a povoá-lo, transformam o rio Araguaia no santuário mais procurado por turistas durante o verão. Do alto, dá pra ver as densas manchas claras de areia seguidamente pontuadas sobre o leito das águas formando colossal arquitetura divina criminosamente descuidada pelo homem.

A beleza do Araguaia tem fortes clarões de tristeza.

Observem às margens do rio o que o homem é capaz de fazer sem pensar no futuro de gerações.

Do lado direito da foto, o Estado do Pará totalmente desmatado, recheado de pastos, sem a presença da mata ciliar próximo à ribanceira do rio, tão importante para a conservação do ecossistema da bacia.
O lado esquerdo, no Estado do Tocantins, principalmente próximo às margens dele, há presença de verde, como se a população local fosse mais conscientizada de seus deveres e responsabilidades.
A foto é a prova de que o Pará é mesmo um Estado devastador.