Disque Denúncia leva outro bandido à prisão

Publicado em 17 de novembro de 2011

 

 

Quem informa é Nathalia Virginia:

 

 

Baseado em informações repassadas pelo Disque Denúncia Marabá (3312 3350), Policiais da Superintendência Regional do Sudeste do Pará realizaram na tarde de hoje (17) a prisão de Roberto Benício dos Santos, conhecido como “Beto”, de 32 anos, acusado de traficar substâncias entorpecentes na região do Assentamento 1º de Março.

Com o acusado foi encontrado uma espingarda, além de uma garrucha (arma de fogo de cano curto), armas estas que possivelmente serviam para a prática de assaltos na localidade.

Ainda na tarde de hoje, os policiais conseguiram estourar um cassino clandestino que funcionava há cerca de um ano, na Velha Marabá. No local foram encontrados cartas, baralhos e fichas que eram utilizados nos jogos. No momento da operação, cerca de 15 clientes se encontravam no local, além do proprietário Derocir Costa de Andrade, o “Barbeiro”, de 67 anos.

Os dois homens foram conduzidos á sede da Superintendência Regional. “Beto” foi autuado em flagrante pelo delegado plantonista por porte ilegal de arma de fogo e ainda hoje será encaminhado ao Centro de Recuperação em Marabá; já contra o proprietário da casa de bingos foi lavrado um TCO (Termo Circunstanciado de Ocorrência).

Casos como estes foram efetivados após denúncias anônimas ao Disque Denúncia (3312 3350) continue contribuindo, sua ligação é mantida em sigilo e o serviço funciona 24 horas.

——————–

Atualização às 21:00

 

Recompena de R$ 1 mil

A Superintendência de Polícia Civil do Sudeste do Pará realizou a prisão da traficante Maria Alves de Oliveira, a “Mariquita”, de 46 anos; e de José da Conceição Sobral, conhecido como “Neto”, de 32 anos. A prisão dos acusados resultou na descoberta da residência de Luis Stalenmarx Damasceno de Queiroz apontado como um dos maiores fornecedores de drogas da área do Bom Planalto, na Cidade Nova.

O endereço localizado na Rua Manoel Abreu, no bairro Bom Planalto foi alvo de campana por mais de 24 horas, como ninguém apareceu na residência, o delegado Alberto Teixeira autorizou que a casa fosse invadida. No local foram encontrados 1 kg de cocaína e diversos comprovantes de depósitos com quantias consideráveis.

O Disque Denúncia Marabá lança o cartaz de recompensa no valor de R$ 1 mil, no intuito de receber informações que levem ao paradeiro do acusado, que é responsável por um lucrativo comércio de substâncias entorpecentes na localidade.

Ligue para o Disque Denúncia (3312 3350), que funciona 24 horas e garante total anonimato.