Direitos de cada qual

Publicado em 12 de setembro de 2010

Oportunamente, Luiz Nassif reaviva a memória de quem trabalha nas redações:

Conversava há pouco com um velho amigo jornalista, que me lembrava o seguinte: há um direito que em nenhuma época foi tirado dos repórteres: o direito de dizer não. Se não concorda com o teor da edição, se acredita que sua matéria foi mutilada, pode dizer não. A matéria sai sem assinatura e o repórter se preserva.

A matéria da Veja (“denunciando” a Chefe da Casa Civil)  tem a assinatura do repórter Diego Escostegui. Para o bem (caso esteja certo) ou para mal (caso tenha manipulado informações), marcará o nome desse repórter para sempre.

——————

Querem saber o autor da “denúncia” contra a ministra da Casa Civil?

Aqui, ó, a foto do gabiru!