Hiroshi Bogéa On line

Diferenças dos desiguais

Nos trilhos da Estrada de Ferro Carajás, riquezas do solo paraense exportadas no trem da Vale.

Paralela às locomotivas, indiferente ao barulho do apito e  do ruído ensudercedor dos vagões deslizando,  a pobreza  faz pegadas no chão duro rumo às suas casas.

A fila de mutilados sociais não pára de crescer. 

Homens, mulheres e crianças com o mesmo pensamento: imaginar um dia, dentro do trem, buscando lugar melhor para viver.

Dois Brasis totalmente desiguais.

Post de 

4 Comentários

  1. Anonymous

    11 de novembro de 2008 - 14:45 - 14:45
    Reply

    Gostaria de parabenizar o autor da foto, pois entendo que seja a distribuição de renda desigual, com isto socializa-se a pobreza no sentido de desasistencia as pessoas em seus diversos anseios e monopoliza-se o lucro.

  2. Hiroshi Bogéa

    9 de novembro de 2008 - 21:33 - 21:33
    Reply

    2:20 PM, a foto nâo busca fazer nenhum “discurso contra a mineradora”. Ela registra uma realidade. Um clic, apenas isso.
    As conjecturas, essas podem vir de você e dos demais comentaristas.
    O “olhar” crítico da imagem fica a critério de cada um.
    Abs

  3. Anonymous

    9 de novembro de 2008 - 17:20 - 17:20
    Reply

    Hiro, concordo com você quanto as desigualdades. Mas, não se pode negar o fato de que esse exército estacionou no sentido de estar acomodado a situação de miséria que sensibiliza . Entendo que uma verdadeira mudança tem que partir da concepção do ator social. Ninguém pode cumprir por ele aquilo que é o seu papel de ser agente social lutando por transformação. Só o discurso contra a mineradora não muda e nem sensibiliza a sociedade.

  4. Leon

    8 de novembro de 2008 - 16:53 - 16:53
    Reply

    Militantes do PSOL organizam debate nesta segunda na UFPA. O tema é a crise econômica, dando um foco à perspectiva marxista.

    MESA: Prof° Cloves Barbosa (Sociólogo), Prof° Fernando Michellote (Economista) e Leônidas Filho (Jornalista e Historiador)

    Segunda: dia 10/11
    Auditório da UFPA – Campus 1
    19:00h

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *