Hiroshi Bogéa On line

Dias de pânico em Carolina

Casal de amigos brincante do carnaval de Carolina, belíssima cidade maranhense às margens do Tocantins, conta dos momentos de transtornos vividos na cidade tão logo chegaram, na sexta-feira, para participar da concorrida fase momesca do município.

Boatos davam conta de que a água do rio estaria contaminada por algum agrotóxico aplicado nas propriedades rurais localizadas em toda extensão das ribanceiras.

Em razão do babado, a população se proibiu de  abrir torneiras, nem consumia água sem saber a procedência.

Pior: o  pânico disseminado provocou consumo imediato do  estoque de água mineral das  mercearias e supermercados.

Boatos fizeram com que muita gente desse bye bye Carolina, a partir da  segunda-feira, inclusive os dois amigos, deixando comerciantes no prejuízo num dos períodos em que o setor produtivo mais fatura na cidade.

A história até agora mal explicada partiu de um provável radialista, autor das denúncias ainda carecendo de esclarecimentos.

Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *