Dialética rarefeita

Publicado em 22 de setembro de 2009

Josias de Souza, jornalista da Folha de São Paulo, põe seu teclado a serviço do jus sperneandi de quem se sente incomodado pela indicação do advogado José Antonio Toffoli à vaga de ministro do Supremo Tribunal Federal. Com aquele estilo de salamaleque morde-e-assopra, que alguns profissionais de imprensa utilizam para vergastar pessoas, instituições ou idéias contrárias as suas, ou de quem os assalaria, Josias de Souza demonstra não só um sectarismo às escâncaras, quanto, por igual, confessa ignorância sobre conceitos que utiliza para ilustrar seus argumentos.

Assim começa o post de Itajaí Albuquerque destroçando críticas do colunista paulista à indicação de José Toffoli para o STF.

Pra ler na íntegra, basta Flanar.