Hiroshi Bogéa On line

Diabo solto

Nove corpos tombados pela violência, nas últimas 36 horas -, em Marabá.

Ontem à noite, ônibus da Transabrasiliana que fazia o percurso Parauapebas-Marabá foi assaltado por quatro elementos. No interior do veículo, os marginais foram surpreendidos com a reação de um policial que viajava para Marabá.

Resultado: a troca de tiros resultou na morte do policial Gilselin Benedito, atingido com um tiro no peito. Um assaltante também tombou.

———-

O nome correto do investigador morto por bandidos no interior do ônibus é Juscelino Gomes.

Post de 

4 Comentários

  1. Anonymous

    20 de agosto de 2008 - 13:11 - 13:11
    Reply

    Assalto a ônibus, a quem incomoda? aos inatingidos donos de empresas de ônibus? à incompetente Governadora? ao deslumbrado Presidente da República? quadrilhas e quadrilhas proliferam pelo Sul do Pará e pelo Brasil inteiro. Em, Marabá, sua cidade, o km 02 é o antro de uma extensa quadrilha. Segundo informações, os chefes sairam da penitenciária, com o indulto do dias dos pais, se postaram em uma estrada à noite, balearam uma professora da universidade que se apavorou, sequestraram um casal e seu carro, assaltaram vários ônibus na PA150 com ajuda de 2 comparsas que estão soltos naquele bairro e voltaram para o presídio sabe prá quê; esperar o próximo indulto. A quem incomoda isto.
    Fidéliz

  2. Hiroshi Bogéa

    15 de agosto de 2008 - 20:05 - 20:05
    Reply

    Zé, somente agora retonei a Marabá, para`responder seu comentário. Você tem razão: o nome da vítima é Juscelino Gomes. O outro nome foi repassado a mim por um rep[orter de unma emissora de rádio local. Sem fundamento. Atualizo agora mesmo.

  3. Zé Dudu

    15 de agosto de 2008 - 17:19 - 17:19
    Reply

    Caro Hiroshi, segundo o Jornal O Liberal o nome do investigador de Parauapebas falecido no assalto é Juscelino Gomes.

  4. Anonymous

    15 de agosto de 2008 - 14:21 - 14:21
    Reply

    Caro Hiroshy,
    Passei cerca de 70 dias em Redenção, e lá os Delegados, estão diuturnamente nas ruas junto com a Policia Militar, combatendo o Crime, e tem dado muito resultado.Porque, aqui em Marabá, a gente não ver os Delegados nas Ruas. eles tem que sair dos Gabinetes, e irem para as Ruas prender os Bandidos. Talvez seja problema de Gestão, porque em Redenção, a Policia tem os mesmos problemas da de Marabá. e Eu li uma entrevista do Dr. Geraldo Araujo, Secretario de Segurança, e ele disse, que a falta de pessoal e de viatura, é Histórico, e em todos os Municipios do Pará, e que não dar para ser resolvido a curto prazo. portanto, alguma coisa errada, está ocorrendo na Superintendencia de Marabá e no Comando da Policia Militar de Marabá,o bom Administrador, na falta de pessoal suficiente, tem que otimizar pessoal, e seguir em frente, e não utilizar esse tipo de desculpa, para não trabalhar com competencia. A Sociedade, espera uma resposta mais eficiente das Policias.

Leave a Reply to Hiroshi Bogéa

Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *