Dever de casa
Postado na sexta-feira, 5, pela lindíssima ( e bota respeito nisso) Franssinete Florenzano:

Bordalo (PT), Robgol (PTB), Josefina Carmo (PMDB), Arnaldo Jordy (PPS), Márcio Miranda (DEM), Bira Barbosa (PSDB) e Deley Santos (PV) integram a Comissão Parlamentar de Inquérito criada pela Alepa para investigar a exploração sexual infantil e o tráfico de drogas no Marajó, em parceria com a Comissão de Direitos Humanos da Casa, que é presidida por Bernadete ten Caten (PT). Os trabalhos devem iniciar pelo depoimento do bispo do Marajó, dom José Luiz Azcona, autor das denúncias, e visitas dos deputados à região.

Se mal pergunta o poster, essa CPI não deveria ouvir primeiro colega dos distintos parlamentares, supostamente envolvido em casos graves de pedofilia?