Hiroshi Bogéa On line

Devagar, pessoal

O que tem a ver o c.. com as calças? -,  perguntariam os mais antigos?

Esse papo de querer criminalizar o moço por ter namorado uma moça filha de um condenado, passa dos limites.

—————

Atualização:

Sobre o tal Índio da Costa,  escolhido vice  para a chapa de Serra, Na Ilharga tem novidades:

Ele já era conhecido nos meios políticos desde os tempos em que era genro do bandidão Salvatore Cacciola, este atualmente em “retiro espiritual”, como diz Tia Carmela, em algum presídio carioca, por ter subornado altos funcionários do Banco Central de FHC, causando um prejuízo aos cofres públicos de R$1,5 bilhão.

Claro que ele não pode ser responsabilizado pelas diabruras do “sogrão”, porém, ele também é dado a incursões bandalhas ao erário, conforme atesta a vereadora carioca Andréa Gouvêa Vieira, do PSDB, portanto, insuspeita de estar preparando algum dossiê para Dilma, relatora de uma CPI da Merenda Escolar, na Câmara Municipal do Rio de Janeiro, que concluiu ser “a licitação para a compra de gêneros alimentícios para a merenda realizada pela Secretaria de Administração(N.R. o secretário era o Índio) causadora de prejuízo aos cofres públicos…O relatório revelou também que o pregão presencial adotado depois da instalação da CPI pelo sucessor do secretário Índio, um ano depois, possibilitou uma economia de R$11 milhões na compra da mesma merenda escolar”.

Por isso, a indignada vereadora tucana já declarou que não votará em Serra, para não ter que votar no silvícola acanalhado. Tirará uma licença da Câmara do Rio e viajará para fora do país. Como se constata, ao invés de somar, o vice de Serra já chegou subtraindo. Credo!
Post de 

0 Comentários

Deixe seu Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *